Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 018 | Ano 2 | Mar 1998
ENSINO PRIVADO
ENSINO PRIVADO

Paulinho da Viola no aniversário do Sinpro/RS

Marcelo Mena Barreto

Música, a maior expressão cultural do povo brasileiro, será a marca das comemorações dos 60 anos de fundação do Sinpro/RS, que acontece no próximo dia 21 de maio. No lançamento do selo do aniversário, realizado no último dia 6 de março, a diretoria da entidade revelou aos presentes o projeto que estava guardado a sete chaves há pelo menos seis meses: Paulinho da Viola, um dos mais importantes nomes da Música Popular Brasileira, ao ar livre em Porto Alegre, e a realização de duas turnês de shows gaúchos por oito cidades do interior (Veja matéria abaixo).

Aclamado pela crítica como o destaque cultural de 1997, Paulinho da Viola se apresentará no dia 24 de maio, domingo, em local ainda a ser confirmado. A ocasião, conforme objetivo do sindicato, será um grande momento de confraternização regado ao melhor do choro, do samba refinado e alguns dos maiores clássicos da MPB.

Sem dúvida nenhuma, Paulinho da Viola vive agora seu melhor momento. Com o lançamento do disco Bebadosamba em 1996 ganhou quatro troféus no consagrado Prêmio Sharp de Música, vendeu 150 mil cópias e virou show, um dos melhores do ano passado, que por sua vez virou Bebadachama, CD duplo gravado ao vivo. Segundo o jornalista Arthur de Faria, o compositor é um daqueles raros – raríssimos – artistas que conseguiram atingir a atemporalidade. “Ele não é moderno. Não é antigo. É Paulinho da Viola. Como João Gilberto é João Gilberto. Você pode ouvir os discos dos dois em qualquer ordem, pensando que qualquer um é o último e qualquer um é o primeiro”, destaca o conceituado crítico musical.

Paulinho da Viola surgiu na música brasileira na década de 60, no espetáculo Rosa de Ouro, ao lado de Clementina de Jesus. A partir daí, colecionou uma série de sucessos que foram sendo incorporados ao que melhor se fez na MPB: Foi um rio que passou na minha vida, Sinal fechado, Coração vulgar, Onde a dor não tem razão, Dança da solidão, Coração leviano, Argumentos e Coisas do mundo minha nega, entre outras.

Além de sua enorme coleção de sucessos, Paulinho da Viola recuperou para o público jovem algumas das grandes canções brasileiras de todos os tempos, como Nervos de aço, de Lupicínio Rodrigues, ou Folhas caídas, de Nelson Cavaquinho. Apresentou também o melhor da tradição carioca ligada às escolas de samba, como os compositores Paulo da Portela, Ismael Silva, Jair do Cavaquinho e Candeia, sem se esquecer do choro de Pixinguinha e do grupo Época de Ouro.
Música Popular Gaúcha na estrada
Nei Lisboa, Bebeto Alves, Nelson Coelho de Castro, Totonho Villeroy, Gelson Oliveira… Esses são alguns dos destaques da Música Popular Gaúcha da atualidade. Gente que tem uma grande produção, mas, que por falta de incentivo cultural, pouco incursiona pelo estado. Para possibilitar a população do interior o acesso às produções musicais dos grandes da MPG, o Sinpro/RS, na comemoração dos seus 60 anos vai promover duas turnês no mês de maio, percorrendo oito cidades (leia box).

A primeira é o novo espetáculo de Nei Lisboa. Considerado o maior nome da música gaúcha atual, o “senhor do Bom-Fim” vai mostrar, ao lado do guitarrista Paulinho Supekovia, os grandes sucessos de sua carreira, como Carecas da Jamaica, Romance, Verdes anos e Exaltação, além de composições novas como Bife.

Reunindo o quarteto de cantores/compositores Bebeto Alves, Nelson Coelho de Castro, Totonho Villeroy e Gelson Oliveira, a segunda turnê será a do show Juntos ao vivo. Apresentado no último mês de dezembro no Auditório Araújo Vianna, esse espetáculo acabou indicado para o troféu de melhor show no Prêmio Açorianos de 1997. Juntos ao vivo não é uma daquelas apresentações coletivas em que cada cantor canta suas músicas apenas. Os quatro artistas interagem interpretando obras de vários compositores gaúchos e mostrando o trabalho de seus parceiros de palco, ao lado do percussionista Fernando do Ó e do baixista Everson Vargas. Um espetáculo inédito e surpreendente que vai virar disco, sob o patrocínio da Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

Roteiro das turnês

08/05 – Pelotas
Nei Lisboa, no Engenho Santa Inácia
09/05 – Rio Grande
Nei Lisboa, no Teatro Municipal
15/05 – Santa Maria
Juntos ao vivo, no Teatro 13 de maio
16/05 – Uruguaiana
Juntos ao vivo, Salão Nobre do Instituto União
22/05 – Santa Rosa
Juntos ao vivo, em local a ser definido
23/05 – São Leopoldo
Juntos ao vivo, no Auditório da Biblioteca Pública
24/05 – Porto Alegre
Paulinho da Viola, em local a ser definido
29/05 – Lajeado
Nei Lisboa, em local a ser definido
30/05 – Passo Fundo
Nei Lisboa, no Cine Teatro Pampa

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS