Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 032 | Ano 4 | Jun 1999
ENSINO PRIVADO
ENSINO PRIVADO

De Olho

Absurdo

Até o fechamento da edição deste jornal, os professores da Universidade Regional da Campanha (Urcamp), de Dom Pedrito, ainda não haviam recebido o salário de março.

Cadê o salário?

Já a Universidade de Cruz Alta (Unicruz) não havia pago o salário de abril aos professores.

Saúde pra quê?

A Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) faz vistas grossas a Cláusula 30 da Convenção Coletiva de Trabalho 1999, demonstrando que não tem interesse pela saúde dos professores. Diz o documento: “Os estabelecimentos de ensino deverão manter oferecer, à opção de seus empregados, um plano de saúde que garanta atendimento-base em consultas com médicos especializados e exames diagnósticos, atendimento de pronto socorro e atendimento fisiátrico, correspondente ao plano básico oferecido no mercado.

Parte

O Objetivo, de Novo Hamburgo, decidiu pagar o salário de apenas uma parte dos professores. Muitos ficaram a ver navios…

Alerta

O Sinpro/RS alerta aos professores para que não aceitem “convites” para participarem de atividades, festividades, passeios, reuniões. Estas atividades devem ser remuneradas. É o que diz a Cláusula 17 da Convenção Coletiva de Trabalho.

Reportagem premiada

O mais recente prêmio de jornalismo conquistado pelo Extra Classe foi obtido pela jornalista Marcia Camarano, com a reportagem A lei do mais forte (publicada em setembro de 1998). A matéria recebeu a menção honrosa do prêmio Alexandre Cerqueira César de Jornalismo – 1999 em âmbito nacional. A reportagem está publicada no livro Extra! Extra! O melhor do Extra Classe.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS