Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 047 | Ano 5| Nov 2000
CULTURA

Livro celebra Clube de Cinema de Porto Alegre

P.F. Gastal, o cineasta Alberto Cavalcanti, Ernani Ruschel e o escritor Josué Guimarães: cinéfilos unidos nos movimentados anos 50 anos

A paixão pelo cinema e a vontade de ver filmes que dificilmente chegariam ao circuito comercial de uma cidade ainda muito mais pacata do que hoje fizeram com que um punhado de pessoas criasse, no final dos anos 40, o Clube de Cinema de Porto Alegre.

A trajetória da instituição está contada agora em detalhes no livro Quando Éramos Jovens, da jornalista Fatimarlei Lunardelli. Radiografia minuciosa de uma entidade que se tornou histórica no Brasil por sua atuação na divulgação de obras cinematográfica, Quando Éramos Jovens é composto por depoimentos de fundadores e figuras eméritas do Clube de Cinema e sobretudo por uma pesquisa precisa que tem como base, em boa parte, o acervo de P.F. Gastal, jornalista e crítico de cinema que teve a idéia da crição do Clube de Cinema em 1948. O trabalho de Gastal foi publicamente reconhecido com a inauguração recente da Sala P.F. Gastal, na Usina do Gasômetro. O livro de Fatimarlei Lunardelli é também o resgate da memória de uma Porto Alegre plena de salas dos chamados “cinemas de calçada”, fora do burburinho dos shoppings contemporâneos. Lançamento da Editora da Universidade em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre, Quando Éramos Jovens é o quinto volume da série Escritos de Cinema que já teve lançados, nos últimos quatro anos, Cadernos de Cinema de P.F. Gastal, volume organizado por Tuio Becker, A Tela Branca, de Jacob Koutzii, Nas Primeiras Fileiras, de Hiron Goidanich, e Salas de Cinema: Cenários Porto-alegrenses, de Susana Gastal.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS