Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 051 | Ano 6 | Mai 2001
ENSINO PRIVADO
ENSINO PRIVADO

As indicações já podem ser feitas pela internet

A edição 2001 do Prêmio Educação RS traz pelo menos duas novidades: qualquer interessado poderá indicar profissionais, instituições e projetos para a premiação por meio do site do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS – Sinpro/RS (www.sinpro-rs.org.br). Basta acessar o endereço eletrônico e cliclar no destaque do prêmio. A iniciativa se soma à sistemática adotada desde o lançamento do premiação, em 1998, a qual envolve oficialmente uma rede de personalidades em todo o estado (277 integrantes) no processo de indicação. Para esta edição, o regulamento prevê a entrega de três troféus. Até o ano passado foram 15, cinco a cada uma das três edição.

“Reformulamos o processo de indicação para possibilitar a participação de todas as pessoas preocupadas e interessadas com a educação”, expõe Soraya Franke, diretora do Sindicato. “É uma forma de democratizar e aprofundar a inserção do prêmio na sociedade”.

Instituído pelo Sinpro/RS para destacar profissionais, projetos e instituições comprometidas com uma educação de qualidade e com a construção da cidadania, o Prêmio Educação RS, inédito no Estado, consolidou-se como um marco no calendário educacional gaúcho. O Prêmio Educação RS acontece anualmente. A premiação é realizada sempre no mês de outubro, por ocasião do Dia do Professor, quando os agraciados recebem a Pena Libertária, criada especialmente pelo artista plástico Gustavo Nakle. Trata-se de uma estatueta de 25 centímetros, caracterizando uma pena que adquire a forma de figura humana num movimento de expansão.

A avaliação das indicações é realizada pela Comissão Julgadora, composta por um representante do Sinpro/RS e quatro ou seis profissionais reconhecidos por sua atuação na área da Educação. A cada ano, é formada nova comissão julgadora. Para seleção dos premiados, a comissão julgadora deve considerar, sobretudo o compromisso com a educação de qualidade, o desenvolvimento da cidadania, a democratização da sociedade e o acesso da população ao conhecimento e à educação e relação das propostas educacionais com a comunidade.

O Prêmio conta com o apoio da Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Fetee/Sul).

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS