Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 061 | Ano 7 | Maio 2002
MOVIMENTO
MOVIMENTO

Ocergs admite a possibilidade de fraude

Marcia Camarano

É difícil pegar uma cooperativa em contradição analisando somente a documentação, pois todas elas, para fins legais, seguem os preceitos do cooperativismo. O furo está na relação que mantêm com os associados. “O cooperativismo urbano de trabalho cresceu em face do desemprego, mas a falta de estrutura, de projeto e até mesmo de má-fé fez com que surgissem cooperativas mal formatadas, que se jogam no mercado e causam sérios problemas”, explica Cleberton Ferreira da Silva, assessor técnico da Organização das Cooperativas do Rio Grande do Sul (Ocergs), com cerca de 730 cooperativas registradas e 130 por registrar.

Ele diz que a entidade está atenta ao que chama de “empresas fraudulentas, que só usam o nome de cooperativa”, atuando a partir de denúncias e prestando esclarecimentos aos cidadãos e empresas contratantes. “Sabemos de associados que não participam de assembléias, não conhecem seus direitos e deveres nem o contrato a que estão atrelados. Não temos bola de cristal para saber onde há cooperativas fraudulentas, mas nosso conselho de ética age nos casos de denúncia. Esse conselho tem o encargo de depurar o sistema quanto a esses casos de irregularidades”. Cleberton prefere não citar o nome, mas informa que, recentemente, uma cooperativa teve seu registro suspenso por esses problemas.

Sérgio de Almeida, do Sindasseio, sustenta que “cooperativa é válida, real e necessária, principalmente em um estado com uma economia primária, como o nosso”. Mas revela que todas as cooperativas de intermediação da mão de obra burlam os direitos dos trabalhadores. “Seus empregados são travestidos de cooperativados em interessse dos reais donos das cooperativas, que são os que recebem maior remuneração, chamada de pró-labore, explorando mão de obra e concorrendo no mercado sem embutir no seu preço os encargos e tributos a que as empresas estão sujeitas”. Conforme ele, esse é um problema existente tanto nos órgãos públicos quanto na iniciativa privada.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS