Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 147 | Ano 15 | Set 2010
ENSINO PRIVADO
ELEIÇÕES SINPRO/RS

Chapa 1 ganha com mais de 65% dos votos

Numa disputa marcada por polêmicas sobre a gestão, professores reafirmam sua preferência pelo projeto que vem sendo desenvolvido pelo Sindicato nos últimos anos

Com mais de 65% dos votos, a Chapa 1 – Compromisso com os professores foi eleita para ficar à frente do Sindicato no triênio 2010/2013. Parte da Chapa vencedora é composta por diretores atuais da entidade e 33 professores que terão o primeiro mandato. “O resultado do pleito ratifica a aprovação da ampla maioria dos professores ao trabalho desenvolvido pelo Sinpro/RS nos últimos anos com foco nos três pilares: luta, serviço e cidadania”, avalia Marcos Fuhr, diretor do Sinpro/RS e integrante da chapa vitoriosa. Esta foi maior eleição da história do Sinpro/RS em número de eleitores.

“Foi uma vitória expressiva e representa o reconhecimento dos professores pelo trabalho que desenvolvemos no Sinpro/RS e reafirma a aprovação ao projeto já consolidado na entidade, que combina forte atuação em defesa da qualidade nas relações trabalhistas com a promoção da cidadania dos professores”, comemora Fuhr.

A votação ocorreu de terça, 24, até quinta, 26 de agosto, por meio de 281 urnas distribuídas em todo o estado (entre fixas e volantes). A apuração começou às 8h do dia 27. Participaram das eleições 11.208 professores, sócios do Sindicato, em todo o estado. Mais de 600 pessoas trabalharam neste processo entre mesários e funcionários do Sindicato, coordenados pela Comissão Eleitoral.

O anúncio do resultado das eleições foi dado na sexta-feira, 27, às 16h55min, após três dias de votação. A Chapa 2 recebeu 31,59% dos votos. Brancos e nulos somaram 283.

PRESENÇAS – No auditório da sede estadual do Sinpro/RS, em Porto Alegre, onde foi realizado o escrutínio, chamou atenção a quase ausência de integrantes da Chapa 2. Porém, foi marcante a presença da atual presidente do Cpers, Rejane de Oliveira e do ex-advogado do Sinpro/RS, Paulo Nogueira, autor de uma vultosa reclamatória trabalhista contra a entidade. Ambos participaram ativamente do processo de articulação da Chapa 2, da campanha eleitoral e da apuração. Nos momentos finais da apuração, a presidente do Cpers declarou ao Extra Classe: “Anota aí, daqui a três anos voltaremos”, referindo-se às próximas eleições do Sindicato.

O único integrante da Chapa 2 que participou da apuração foi o professor Luiz Fernando Lemos. Ao final, ele saudou a Chapa 1, destacando a lisura e a legitimidade das eleições, além de invocar a importância da “unidade na categoria” após o pleito.

FINANÇAS – Nos dias que precederam a votação, a chapa de oposição intensificou as críticas à atual gestão. Entre as questões levantadas constava que a entidade enfrentava problemas financeiros. De acordo com Sani Cardon, diretor de Finanças do Sinpro/RS, as alegações “não passam de boataria com interesse em conquistar votos”. “O Sindicato não tem dívidas, possui um sólido patrimônio e é sustentável com base na sua arrecadação”, afirma. O diretor destaca que todos os anos a previsão orçamentária e os descontos dos associados são submetidos à Assembleia Geral. “Temos uma gestão transparente e os sócios decidem sobre a aplicação dos recursos”, conclui.

Presidente do Cpers, Rejane de Oliveira e o mesário Edson Clatino, durante apuração

Foto: Valéria Ochoa

Presidente do Cpers, Rejane de Oliveira e o mesário Edson Clatino, durante apuração

Foto: Valéria Ochoa

Izane Mathos (C), da direção da Fecosul e da CTB/RS, atuou como mesária indicada pela chapa de oposição

Foto: Igor Sperotto

Izane Mathos (C), da direção da Fecosul e da CTB/RS,
atuou como mesária indicada pela chapa de oposição

Foto: Igor Sperotto

 

 

 

 

 

 

Ex-advogado do Sindicato, Paulo Nogueira, participou da coordenação da Chapa 2

Foto: Igor Sperotto

Ex-advogado do Sindicato, Paulo Nogueira, participou da coordenação da Chapa 2

Foto: Igor Sperotto

Mais de 600 pessoas trabalharam no processo eleitoral em todo o estado

Foto: Igor Sperotto

Mais de 600 pessoas trabalharam no processo eleitoral em todo o estado

Foto: Igor Sperotto

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS