Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 177 | Ano 18 | Set 2013
EDUCAÇÃO

Uergs: reestruturação está sendo avaliada

Conselhos regionais estão analisando a proposta entregue pelo governo do Estado e Conselho Superior Universitário definirá os termos finais. Novas instalações já funcionarão em 2013
Da Redação
Centro Técnico de Aperfeiçoamento e Formação (Cetaf) da CEEE abrigará campus em Porto Alegre, onde também será instalada a Reitoria e Biblioteca Central

Uergs/Divulgação

Centro Técnico de Aperfeiçoamento e Formação (Cetaf) da CEEE abrigará
campus em Porto Alegre, onde também será instalada a Reitoria e Biblioteca Central

Uergs/Divulgação

O mês de setembro será pautado na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) por avaliações do plano de reestruturação apresentado pelo governo do Estado para que o Conselho Superior Universitário (Consun) oficialize sua posição sobre o tema. Já estão marcadas reuniões a partir do dia 6 de setembro.

No final de julho último, em solenidade no auditório do Centro Técnico de Aperfeiçoamento e Formação (Cetaf) da CEEE, em Porto Alegre, foi apresentado pelo governo do Estado o documento com o detalhamento da proposta de reestruturação da Uergs, contendo diretrizes e orientações para a gestão e qualificação da Universidade, elaborado a partir do estudo realizado por um Grupo de Trabalho (GT) formado para pensar e sugerir melhorias à Universidade. Na mesma cerimônia, ocorreu a assinatura de um protocolo de intenções entre a Uergs e a CEEE para a gestão compartilhada do Cetaf, permitindo o desenvolvimento de cursos, eventos e formações de nível superior e pós-graduação.

O GT é composto por membros da Reitoria, representantes da Secretaria de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (Scit), gabinete do governador e Cetaf/CEEE. O grupo também trabalha na elaboração do Termo de Cessão de Uso, por 30 anos, a ser celebrado entre a Uergs e o Cetaf, para utilização compartilhada da área, que, posteriormente, será ocupada pelas duas instituições onde serão instaladas, ainda neste semestre, a Unidade Acadêmica da Uergs em Porto Alegre, Reitoria e Biblioteca Central. O Cetaf está localizado na avenida Bento Gonçalves, 8855, em Porto Alegre.

PROPOSTA − De acordo com o reitor Fernando Guaragna, o documento do governo apresenta aspectos positivos, como o aumento do orçamento para o ano de 2014 e a proposta das unidades de referência. “Na verdade, muitas das propostas foram construídas em conjunto com a comunidade acadêmica da Universidade justamente para viabilizar a instituição, muitas delas sugeridas pela Aduergs e Assuergs (associações de professores e funcionários respectivamente)”, explica o reitor. Segundo ele, outros pontos estão sendo discutidos pelos conselhos consultivos regionais e a decisão final será apresentada pelo Conselho Superior Universitário (Consun). Guaragna também destaca que a proposta chega como solução para viabilizar a implementação da pós-graduação, com mestrados, doutorados e pesquisa, garantindo que a instituição mantenha seus status universitário.

CAMPUS − Sobre o protocolo de intenções assinado com a CEEE, Guaragna afirma que o documento representa um passo importante para viabilizar, finalmente, o Campus Central da Uergs em Porto Alegre. “Isso trará grandes vantagens, tanto do ponto de vista acadêmico quanto de gestão da Universidade”, acrescentou. Segundo ele, o novo campus deverá absorver alunos de algumas unidades da região Metropolitana de Porto Alegre, como Guaíba e Novo Hamburgo.

Governo aposta na revitalização

O reitor Fernando Guaragna considera a reestruturação positiva

Claudio Fachel/Secom

O reitor Fernando Guaragna considera a reestruturação positiva

Claudio Fachel/Secom

De acordo com o secretário da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, Cleber Prodanov, a mensagem do governo “indica os caminhos para acelerar a revitalização e a consolidação da Uergs como instituição comunitária referência na pesquisa, extensão e construção de conhecimentos, articuladas com as comunidades e vocações regionais”. Durante a gravação do programaFrente a Frente, que foi ao ar no dia 1º de agosto, na TVE e Rádio Cultura, Prodanov destacou a participação do Sinpro/RS como protagonista na construção do diálogo entre governo do Estado e dos diferentes atores da comunidade acadêmica, que culminou na proposta apresentada.

RECURSOS − “Estamos sinalizando com mais recursos. O orçamento deve chegar a R$ 61 milhões no ano que vem e queremos, cada vez mais, o envolvimento da sociedade”, disse o secretário Prodanov. “É uma iniciativa para indicar os rumos a serem tomados, para aumentar a qualificação, sugerindo estratégias e não apenas alocando recursos”.

A execução das medidas, de acordo com o governo do Estado, deve se iniciar em breve, para que os reflexos já sejam sentidos este ano. Uma delas é o acordo com a CEEE para a gestão compartilhada do Cetaf. Com ele, a ideia é otimizar recursos para reduzir os custos e realizar novos investimentos, tanto na área de energia elétrica, quanto na educação superior. “O Cetaf possui infraestrutura física com capacidade para atender, de imediato, muitas necessidades da Uergs”, afirma o secretário.

O fortalecimento e a reestruturação da Uergs são prioridades definidas pelo governo do Estado. Desde 2011 foram tomadas iniciativas para sanar problemas históricos e emergenciais, entre elas o diálogo com os sindicatos dos professores e funcionários da instituição, nomeação de professores concursados, de diretores regionais, processo de contratação de 60 professores temporários e a autorização para realização de um concurso público para 120 docentes. Para este último, com 60 vagas imediatas e 60 para cadastro de reserva, além de um plano de cargos e salários, aprovado em abril de 2012.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS