Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 195| Ano 20 | Jul 2015
ENSINO PRIVADO
REVISTA TEXTUAL

Artigos discutem temas da conjuntura brasileira e do trabalho no ensino privado

Artigos discutem temas da conjuntura brasileira e do trabalho no ensino privado

Reprodução capa

Reprodução capa

Começou a circular em junho a 21ª edição da Revista Textual. A questão da terceirização é destaque, com dois textos e a capa. No ensaio Por que resistir à terceirização, a juíza do Trabalho Valdete Souto Severo elenca as principais razões pelas quais se deve resistir a esta modalidade de contrato de trabalho. Segundo ela, a terceirização mascara o vínculo de trabalho, que segue sendo exatamente o mesmo da contratação direta. A partir dessa mesma realidade de precarização, Marcio Pochmann, pesquisador do Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho da Unicamp, analisa o cenário em que está inserido o sindicalismo e aponta os principais desafios dos sindicatos diante da fragmentação das categorias de trabalhadores e falta de pertencimento de classe, principalmente nos terceirizados, no ensaio Sindicalismo frente às atuais transformações do capitalismo.

Na editoria O professor e o mundo da escola, o professor Sani Belfer Cardon, diretor do Sinpro/RS, aborda A necessária autonomia do professor e o professor Marcos Julio Fuhr, também diretor do Sinpro/RS, é autor do artigo Calendários institucionais: os desencontros e os prejuízos dos professores. A editoria Dinâmica do meio educacional traz os artigos Influências das políticas públicas de inclusão na educação superior e os benefícios ao ensino privado, de autoria do professor Rodrigo Perla Martins, diretor do Sinpro/RS, e Os desafios de uma Pátria Educadora, do professor Paulo Barone,  onselheiro
na Câmara da Educação Superior do Conselho Nacional de Educação e docente da Universidade Federal de Juiz de fora.

“Essa é uma edição bastante focada em alguns dos problemas que marcam a conjuntura atual, e diretamente relacionados aos professores do ensino privado: os riscos da ampliação da terceirização, as dificuldades do movimento sindical, a perda de autonomia docente, entre outros”, destaca Marcos Fuhr, do Conselho Editorial da publicação.

CIRCULAÇÃO – Diferente do que foi veiculado em edição anterior do Jornal Extra Classe, anunciando a circulação da Revista Textual ainda no mês de maio, devido a problemas operacionais, começou a circular com atraso, em junho. Os professores interessados em obter seus exemplares devem acessar o link enviado pelo Sinpro/RS por e-mail aos associados, e expressar o seu interesse. Também pode ser por telefone 51.4009.2900. O Sindicato vem oferecendo essa modalidade de distribuição desde 2014, uma vez cadastrado o docente seguirá recebendo as edições futuras. A publicação é distribuída aos associados e pode ser acessada também na íntegra em PDF no site do Sindicato (www.sinprors.org.br/textual).

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS