Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 196| Ano 20 | Ago 2015
ECARTA

Infância é o eixo do programa

Porto Alegre volta a integrar a programação do Conversa de Professor em 2015 – programa do Núcleo Educacional da Fundação Ecarta que propõe discussão de temas de diferentes áreas do conhecimento para subsidiar o trabalho dos professores em sala de aula. Serão três encontros neste semestre com os temas Identificação e manejo das dificuldades de aprendizagem e comportamento no contexto escolar, no dia 12 de agosto; Educação Infantil no atual contexto pedagógico, no dia 14 de setembro; e Crianças inquietas em sala de aula – Lidando com TDAH no dia a dia da escola, no dia 7 de outubro. As inscrições devem ser feitas no site da Fundação.

Palestras proporcionam o debate e subsídios sobre metodologias em sala de aula

Foto: Glaci Borges

Palestras proporcionam o debate e subsídios sobre metodologias em sala de aula

Foto: Glaci Borges

“Deixamos de realizar o projeto em Porto Alegre nos últimos anos por avaliar que na capital havia mais oferta, em função da concentração de universidades e faculdades”, explica Cecília Farias, coordenadora do Núcleo Educacional da Ecarta. “Mas os próprios professores pediram a retomada do projeto”.

PARCERIA – Neste ano, o Conversa de Professor está ocorrendo também em Horizontina, desde o mês de junho, em Candelária e em Novo Hamburgo, com a parceria das respectivas prefeituras municipais. Segundo Cecília, o projeto se consolidou no interior do estado justamente pela parceria e apoio principalmente das secretarias de educação dos municípios. “O Conversa de Professor, para os professores de muitos municípios, é uma das poucas opções de aprofundamento teórico, ampliação de conhecimentos e debate sobre metodologias de trabalho em sala de aula”, afirma.

Lançado em 2005, o projeto já foi realizado em mais de 40 cidades do interior, sempre com inscrições gratuitas. Nos primeiros anos, ocorreu em três eixos: Saúde, Meio Ambiente e Infância. Desde 2011, o programa tem trabalhado exclusivamente o eixo Infância, voltado principalmente para professores da educação infantil. “Decidimos focar no eixo Infância pela relevância do trabalho pedagógico desta fase”, destaca Cecília. “Nossa sociedade ainda tem muita dificuldade de compreender o trabalho dos professores da educação infantil com a importância que deve ter”.

Infância é o eixo do programa

Fotos: Glaci Borges

Fotos: Glaci Borges

SUBSÍDIOS – Nos dez anos de atividades, o Conversa de Professor chegou a um público superior a 15 mil professores, muitos dos quais atuam em escolas de educação infantil com crianças de zero a seis anos de idade. “Não temos a pretensão de formar professores, mas sim de subsidiar o dia a dia em sala de aula, a partir de debates e informações”, destaca Cecília.

Em 2012, a Ecarta editou o livro A Educação Infantil e seus contextos, uma coletânea de artigos que discorrem sobre o universo da educação infantil, debatendo temas como autismo, TDAH, musicalização, arte, jogos matemáticos, linguagens expressivas, cooperação na ação educativa, teatro e letramento de crianças de zero a seis nos. Os artigos são de autoria de especialistas que ministraram palestras relacionados ao contexto da educação infantil, no projeto: Gilson de Almeida Pereira, Paula Pecker, Lucy Baptista, Ana Maria Gigante, Carla Guterres Graña, Patrícia Kebach, Jader Denicol do Amaral, Vânia Melchionna Franke e Valéria Neves Kroeff Mayer.

DEBATE – Temas de diferentes áreas
O programa Conversa de Professor propõe a abordagem de diferentes temas (confira abaixo) com a participação de especialistas das respectivas áreas de conhecimento. A programação de cada município é definida em conjunto com as prefeituras e demais parceiros:
• Jogando com a matemática na infância;
• Leitura crítica da mídia;
• Conceitos matemáticos: desenvolvimento do raciocínio-lógico na infância;
• Cooperação – Uma força que aproxima e mobiliza;
• Práticas pedagógicas da educação infantil;
• A escola como espaço de vida compartilhada;
• Projetos pedagógicos na educação infantil e aprendizagem na infância;
• Infância, a idade sagrada e a educação interior;
• Atualização em autismo infantil e inclusão escolar;
• Musicalização na educação infantil;
• Contação de histórias e práticas leitoras na educação infantil – letramento na educação infantil;
• Coaching na educação: motivar para o sucesso;
• Crianças inquietas em sala de aula: lidando comTDAH no dia a dia da escola;
• Musicalização na educação infantil;
• Letramento na Educação Infantil;
• O corpo fala e conta;
• Educação infantil: o ato de brincar e suas implicações no desenvolvimento da criança com deficiência mental;
• A educação e o processo de inclusão da criança com deficiência mental;
• Atendimento especializado e processos de inclusão;
• A construção da educação para a paz na escola;
• A importância do toque nos vínculos entre adulto e criança;
• A educação infantil no atual contexto pedagógico;
• Planejamento de estratégias para a adaptação escolar de crianças com dificuldades comportamentais e de aprendizagem;
• Habilidades e competências;
• Expressão corporal da educação infantil;
• Relações interpessoais e a construção da autoestima;
• Desenvolvendo uma cultura doadora em sala de aula.

Expansão 
Fundação Ecarta quer ampliar a programação do Conversa de Professor para mais  idades. Parceiros interessados devem entrar em contato pelo e-mail conversadeprofessor@fundacaoecarta.org.br ou pelo telefone 51. 4009.2970. Mais informações sobre a Fundação e o projeto Conversa de Professor estão disponíveis no site www.ecarta.org.br.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS