Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 212 | Ano 22 | ABR 2017
ARTE+
ARTE +

A Jornada de Literatura está de volta

Por Grazieli Gotardo

Foto: Assessoria UPF

Foto: Assessoria UPF

Um movimento cultural que tem na sua essência a formação de leitores. Assim é definida Jornada Nacional de Literatura por seus organizadores, que evitam a palavra evento para explicar sua 16ª edição, que acontecerá de 2 a 6 de outubro, tradicionalmente em Passo Fundo, onde ocorre desde 1981.

Após um período de pausa, – foi cancelada em 2015 por falta de recursos – a Jornada volta, segundo os promotores, fortalecida e mais integrada à comunidade, com algumas diferenças em relação às anteriores. Uma delas é a ausência de um eixo temático principal. Entre as novidades deste ano, está uma programação feita a partir da escuta do principal público da jornada: os professores.

“Por meio de um trabalho de pesquisa e consultoria identificamos algumas necessidades como a alteração de horário e novas atividades. Os primeiros amigos da Jornada sempre foram os professores e tudo que fazemos queremos que eles e as escolas abracem, por isso foram os primeiros a serem ouvidos para essa edição”, explica a coordenadora Fabiane Verardi Burlamaque. O reflexo é que as atividades com os autores ocorrerão no turno da noite; será feito um Seminário Internacional com cunho acadêmico, além de oficinas para os professores.

PRÉ-JORNADA – A partir deste mês de abril também iniciam-se as atividades da Pré-Jornada e Pré-Jornadinha, em que estudantes e a população dos municípios da região, passam a ter contato com as obras dos autores que participarão da Jornada. As pré-jornadas possuem importante papel na formação de leitores na região, um dos maiores índices do país.

APLICATIVO – A mobilidade tecnológica também chegou à Jornada e um aplicativo está sendo desenvolvido. Conforme a coordenadora, o app terá duas interfaces, uma para os adultos, com trechos de obras dos autores homenageados e atividades e outra para crianças e adolescentes, que vai ter uma gincana on-line. O aplicativo deverá ser lançado neste mês de abril.

COMUNIDADE – A Jornada ainda estará mais integrada à comunidade, com ações de descentralização como o Livros na mesa: leituras boêmias, com debates informais, abertos à comunidade, em bares da cidade e espaços culturais. ”Isso é o que chamamos de jornalização, outra demanda que identificamos, de que a comunidade tivesse maior participação e a cidade se sentisse dentro da Jornada”, destaca Fabiane.

AUTORES – Entre os escritores confirmados estão Affonso Romano de Sant’Anna, Conceição Evaristo, Julián Fuks, Laerte Coutinho, Marina Colasanti, Mário Corso, Michel Laub, Nádia Battella Gotlib, Pedro Gabriel e Zeca Camargo. As inscrições para a Jornada iniciam no dia 10 de abril. A programação pode ser acessada no site.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS