Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
19/11/2015
MOVIMENTO

Editor do Le Monde Brasil em debate sobre democracia e mídia

Para Silvio Caccia Bava, parlamentares que foram eleitos com financiamento de grupos econômicos não têm compromisso com o país
Gilson Camargo

Com 70% do Congresso financiados por dez grandes grupos econômicos, o sistema político é incapaz de mediar os conflitos sociais, que vazam para as ruas. Dois terços dos 300 parlamentares da bancada do agronegócio são o próprio agronegócio.

“O parlamentar deve fidelidade às empresas e não ao partido e o projeto e visão de sociedade não importam mais”. A análise é do diretor e editor do jornal Le Monde Diplomatique Brasil e coordenador do Instituto Polis, Silvio Caccia Bava, no debate ‘Democracia e Mídia no Brasil’, realizado na noite de quarta-feira, 18, no auditório do Sindbancários, em Porto Alegre.

O encontro foi articulado pelo deputado Raul Pont (PT) e promovido pelo coletivo Fórum 21. “A origem da nossa crise é política”, resumiu o sociólogo. Para Caccia Bava, os movimentos sociais estão confrontados com o desafio de identificar – para além do falso debate e da crise fomentados pela mídia e pelo sistema financeiro – questões que sejam capazes de mobilizar a sociedade.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS