Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 059 | Ano 7 | Mar 2002
ENSINO PRIVADO
ENSINO PRIVADO

Em Assembléia Geral Extraordinária, realizada no dia 25 de fevereiro, os professores da Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha aprovaram a pauta de reivindicações para negociação 2002 com o Governo do Estado. Dentre os itens, destacam-se o percentual para o reajuste salarial (100% do INPC do período), melhoria no plano de saúde (elevando o teto de participação da escola de 50% para 75%), regulamentação do regime de contratação em 20, 30 e 40 horas, com a hora-aula fixada em 50 minutos.

Mesmo que o acordo feito no ano passado fosse válido por dois anos, a assembléia decidiu reabrir as negociações, motivada pelo fato de os índices inflacionários serem superiores aos previstos no momento de fechamento do acordo. A data-base é em março.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS