Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 080 | Ano 9 | Abr 2004
ENSINO PRIVADO
SINDICALIZAÇÃO 2004

Com menos de um mês desde o seu lançamento, em março desse ano, a Campanha de Sindicalização do Sinpro/RS conta com a participação efetiva do seu quadro social. Até o fechamento desta edição do jornal Extra Classe, 400 professores haviam sido associados ao Sinpro/RS, 210 indicados por colegas sócios. “É o resultado da confiança crescente dos sindicalizados na atuação do Sinpro/RS, na aprovação das suas políticas, na satisfação dos serviços prestados pelo Sindicato e na conscientização desses professores da importância de se ter um sindicato atuante”, afirma Norberto Schwarz Vieira, diretor do Sinpro/RS. Ele lembra que os sindicatos modernos são entidades fundamentais da sociedade civil organizada, com qualidade para ampliar o trabalho cotidiano para além da busca por melhores salários e condições de trabalho. “Esse trabalho reforça o conceito de Sindicato Cidadão, adotado pelo Sinpro/RS na década de 90”, observa. “Na área cultural, por exemplo, realizamos inúmeras parcerias com espetáculos de teatro, dança e música, proporcionando aos professores opções de cultura, lazer e entretenimento”. Entre as iniciativas do Sinpro/RS, o diretor cita o FAQ – programa de financiamento para auxiliar os sócios no desenvolvimento de seus cursos de pós-graduação – e o Centro de Aprimoramento do Professor (CAP) que promove cursos de extensão cultural e realiza convênios, com instituições de ensino, facilitando o acesso dos professores a cursos de especialização.

Atualmente o Sinpro/RS tem mais de 15 mil associados (superando 50% da base). A meta é que, até o final de junho, mais 1.600 docentes façam parte do quadro social da entidade, cumprindo o desafio de sindicalizar dois mil professores em 2004.

“ A medida que o professor se reúne com seus pares, através do Sindicato, ele incrementa uma força maior para divulgar aquilo em que acredita em termos de educação e cultura, enriquecendo-se mutuamente”, diz Tania Rösing, coordenadora das Jornadas Nacionais de Literatura de Passo Fundo, sócia do Sinpro/RS desde 1989. Tania, junto com Antônio Carlos Maineiri, professor da PUCRS e advogado; Maturino Salvador Santos da Luz, professor da Unisinos e da Uniritter e arquiteto; Carlos Gerbase, professor da PUCRS e cineasta; e Adriana Marques e Simone Rasslan, professoras da educação básica e infantil e integrantes do espetáculo Rádio Esmeralda, está apoiando a Campanha de Sindicalização do Sinpro/RS. No folder institucional da campanha, que está sendo distribuído para toda a categoria, Tânia dá o seu depoimento: “Ser associado do Sinpro/RS é criar para si a oportunidade de compartilhar o compromisso de cada um e de todos com a educação e a cultura sintonizadas numa perspectiva transformadora”. O professor Maineri acredita que, do ponto de vista da cidadania, o Sindicato é a única entidade que tem poderes para representar o professor. A própria lei e a reforma sindical, segundo ele, se encaminham para um projeto de fortalecimento da cidadania, através do vínculo sindical. Maineri é sócio do Sinpro/RS desde 1989.

PREMIAÇÕES – Um cruzeiro marítimo pela costa brasileira é a premiação que será sorteada entre os sócios sindicalizadores que participam da Campanha de Sindicalização 2004. Além do sorteio, a cada dez sindicalizados, o sindicalizador ganha um final de semana em Gramado, com direito a acompanhante. A cada 15 sócios, o sindicalizador ganha um final de semana em Florianópolis (quatro dias com acompanhante no hotel Canto da Ilha em Ponta das Canas). Além disso, todos os sócios do Sinpro/RS concorrem a uma viagem de oito dias para Santiago do Chile, a um computador e a uma câmera fotográfica digital. O regulamento e maiores informações estão disponíveis nas cautelas numeradas que os professores estão recebendo e no site www.sinprors.org.br.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS