Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 095 | Ano 10 | Set 2005
ENSINO PRIVADO
URCAMP

Assembléia dos professores da Urcamp/Bagé, realizada no dia 25 de agosto – que também contou com a presença dos professores de Dom Pedrito – aprovou a proposta de criação de uma Comissão de Transição, a possibilidade de uma auditoria na Instituição e a realização de um dia de paralisação da Comunidade Acadêmica por ocasião da vinda do MEC a Bagé na primeira quinzena de setembro.

No mesmo dia, antes da assembléia, o Sinpro/RS esteve reunido com a reitoria da Universidade, quando foram discutidas perspectivas da Instituição face à atual condição falimentar e a perspectiva de uma política pública da União que possa beneficiar a Instituição. O Sindicato enfatizou mais uma vez a necessidade de um profundo e amplo esclarecimento de todos os atos administrativos da Urcamp que produziram o seu atual quadro de comprometimento. Foi nesse momento que o Sinpro/RS apresentou a proposta de constituição de uma Comissão de Transição para operacionalizar as medidas necessárias e adequar a Instituição ao padrão exigido pelo MEC.

Também foi reiterada a posição do Sindicato, em nome dos professores, de rejeição da intenção de reduzir o valor da hora-aula dos professores e a necessidade sim de uma ampla reforma administrativa que faça detalhada revisão da efetividade de cada funcionário da Universidade.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS