Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 096 | Ano 10 | Out 2005
CULTURA

Da redação

De 28 de outubro a 15 de novembro acontece a 51ª Feira do Livro de Porto Alegre, na Praça da Alfândega. A Câmara Rio-Grandense do Livro ainda não anunciou o novo patrono, mas já são dez os nomes mais cotados: Alcy Cheuiche, Carlos Urbim, Charles Kiefer, Cíntia Moscovich, Fabrício Carpinejar, Frei Rovílio Costa, Juremir Machado da Silva, Luis Augusto Fischer, Luiz de Miranda e Martha Medeiros. A escolha será feita pelos integrantes da comunidade cultural gaúcha, como diretores da Câmara, antigos patronos da Feira, titulares de universidades e entidades vinculadas à literatura. O novo patrono deverá ser anunciado na primeira quinzena de outubro.

Entre as novidades para esta edição da Feira está a ampliação do evento, que avança em direção ao Cais do Porto. O espaço vai ocupar, além da Praça da Alfândega, o Santander Cultural, o Memorial do Rio Grande do Sul, o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo e a Casa de Cultura Mario Quintana, os armazéns A1 e B1 e o pórtico Central do Porto. Também, este ano a Feira ganha mais dois dias e o horário muda, visando atender a escolas interessadas nos encontros com autores. A área Infantil e Juvenil, pela primeira vez, vai abrir às 10 horas da manhã. A ampliação do horário vai possibilitar o melhor atendimento da demanda escolar. O restante da Feira vai funcionar diariamente no horário normal, das 13h às 21h.

A cada ano, a Feira homenageia um país. Nesta edição, Itália será o homenageado, visto que este ano a imigração italiana no Estado completa 130 anos. O estado brasileiro convidado é o Ceará. Além disso, temas especiais, como os 400 anos da primeira edição de Dom Quixote, de Cervantes, o centenário do nascimento do escritor e pensador francês Jean-Paul Sartre e o centenário da morte de Júlio Verne e do nascimento do escritor gaúcho Erico Verissimo serão tratados nesta edição do evento.

Professores têm encontro na Feira

Como já é tradicional, o Sinpro/RS estará presente na Feira do Livro. Parceiro do evento, contará com um espaço de 15 me-tros quadrados, entre o Santander Cultural e o Me-morial do RS. O estande foi pensado para acolher os professores para uma pausa na procura de bons livros e encontro com os colegas, acesso às publicações do Sindicato, como o jornal Extra Classe e o livro Crônicas do passo presente (livro do Barbosa Lessa, finalista do Prêmio Açorianos), e informações sobre os projetos e iniciativas da entidade.

PROFESSORES-AUTORES – Uma das atividades que o Sindicato estará desenvolvendo no estande é a exposição de livros, das mais diferentes áreas do conhecimento, de autoria de professores-autores sócios do Sindicato. A iniciativa propõe dar visibilidade aos trabalhos dos professores associados. Os livros não serão comercializados no estande, mas haverá informação sobre como adquiri-los. Os interessados devem enviar um exemplar da obra, acompanhado de um texto informando preço de capa e local onde está sendo comercializado, para a sede estadual do Sinpro/RS em Porto Alegre (Avenida João Pessoa, 919), aos cuidados do departamento de comunicação, até o dia 27 de outubro. A exposição também terá sua versão on-line no portal do Sindicato www.sinprors.org.br.

DOAÇÃO DE LIVROS – A Fundação Cultural e Assistencial Ecarta, instituída pelo Sinpro/RS, estará presente na Feira dando continuidade à campanha Livro bom é livro aberto, lançada no mês passado. A campanha é destinada à coleta de livros. As obras doadas serão repassadas a entidades carentes. Além do estande do Sinpro/RS na Feira, a Fundação está recebendo doações em sua sede, na Avenida João Pessoa, 943, em Porto Alegre. Mais informações pelo telefone (51) 3226.1319.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS