Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 117 | Ano 12 | Set 2007
ENSINO PRIVADO
ELEIÇÕES SINPRO/RS

A maior eleição da história do Sinpro/RS em número de eleitores será realizada nos dias 11, 12 e 13 de setembro em todo o estado. São 16.842 professores aptos a votar, representando um colégio eleitoral superior ao número de votantes de cada um dos 400 menores municípios gaúchos. A eleição para escolher a Direção Colegiada que estará à frente do Sinpro/RS no triênio 2007/2010 teve a inscrição de uma única chapa, Sinpro/RS Professor o Tempo Todo.

Para assegurar que todos os associados possam exercer o voto, a comissão eleitoral definiu a instalação de 176 urnas nos maiores estabelecimentos de ensino do estado. As demais instituições serão atendidas por unidades móveis que levarão 52 urnas até os eleitores. A cada um dos sócios aposentados, dos que pagam a mensalidade através de boleto bancário e também aqueles de escolas com até dois professores sócios, foi enviada pelos Correios a respectiva cédula com envelope de carta-resposta para que o voto seja exercido por correspondência – um direito assegurado pelo estatuto do Sinpro/RS. Esses eleitores devem enviar seu voto à sede estadual do Sindicato até o último dia das eleições. O processo eleitoral do Sinpro/RS mobiliza mais de 500 pessoas, entre diretores, professores, fiscais, mesários e pessoal de apoio.

“A eleição representa um momento de afirmação da democracia e traduz a representatividade do Sinpro/RS junto aos seus associados”, destaca o presidente da comissão eleitoral, professor Rômulo Escouto, da Unisinos. Responsável por conduzir e coordenar a eleição, ele reafirma a importância desse “processo de instrumentalização da democracia” para a categoria e lembra que a eleição mobiliza os professores do ensino privado e também um grande número de trabalhadores de outros setores, que ajudam o Sinpro/RS a realizar o pleito. “É importante lembrar a contribuição daqueles professores que se encontram fora do mercado de trabalho e também dos aposentados, que atuam na operacionalização do processo eleitoral”, destaca.

LUTA, SERVIÇOS, CIDADANIA – A atuação histórica do Sinpro/RS é alicerçada na luta pela contratualidade dos professores, manutenção do patrimônio de conquistas sociais e econômicas e regulamentação do ensino privado, prestação de serviços e promoção da cidadania. De acordo com Cássio Bessa, diretor do Sinpro/RS, dentre os muitos desafios colocados à próxima direção colegiada está a luta por uma previdência social com perfil de seguridade e assistência para barrar qualquer tentativa de reforma que questione a aposentadoria especial dos professores da Educação Básica. Segundo o dirigente, também será proposta a luta pela regulamentação dos planos de carreira na Educação Superior.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS