Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 118 | Ano 12 | Out 2007
ENSINO PRIVADO
FUNDAÇÕES

Os professores da Universidade Estadual do RS esperam o envio de uma contraproposta do governo do Estado com vistas ao acordo coletivo específico da categoria. A proposta encaminhada pelo Sinpro/RS e Associação dos Docentes em setembro prevê pagamento das perdas salariais (44,31%) em março de 2008 e clausulamento das relações de trabalho. No caso da Fundação Liberato, de Novo Hamburgo, o Grupo de Assessoramento Especial do governo voltou atrás na última reunião e retirou sua própria proposta de negociar cláusulas sociais e econômicas. Os professores da Liberato querem a renovação do último Acordo Coletivo, recuperação das perdas, liberação das mensalidades dos alunos retidas pela Fazenda, entre outras reivindicações.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS