Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 118 | Ano 12 | Out 2007
ENSINO PRIVADO
PRÊMIO EDUCAÇÃO RS

Os vencedores da 10ª edição do Prêmio Educação RS serão divulgados no dia 10 de outubro, no Sinpro/RS. Os troféus Pena Libertária serão entregues aos profissionais, projetos e instituições mais representativos na luta pela qualidade da Educação no estado em cerimônia realizada no auditório do Sinpro/RS, em Porto Alegre, no dia 19, às 19h. Nesta edição, foram 76 indicações, sendo 36 projetos, 21 profissionais e 19 instituições.

Os concorrentes foram indicados por uma comissão composta por representantes de instituições de ensino, poder público e organizações não-governamentais, sindicatos e profissionais ligados à área da Educação de todo o estado. Desde o lançamento do Prêmio Educação RS, em 1998, já foram premiados 12 projetos, 10 instituições e 11 profissionais. Os critérios avaliados são o compromisso com a educação de qualidade, o desenvolvimento da cidadania, a democratização da sociedade e o acesso da população ao conhecimento e à Educação, além da relação das propostas
educacionais com a comunidade.

COMISSÃO JULGADORA – Os três agraciados (projeto, profissional e instituição) são escolhidos por uma Comissão Julgadora formada por profissionais com atuação destacada nas áreas educacional e de responsabilidade social. Nesta edição, a Comissão Julgadora é composta por: Cássio Bessa (Direção Colegiada do Sinpro/RS), Ademir Wiederkehr (diretor de Comunicação do Sindicato dos Bancários), Maria José Vasconcelos (editora de Ensino do jornal Correio do Povo), José Mauro Batista (editor do jornal A Razão, de Santa Maria), Lia Lourdes Marquardt (professora aposentada da PUCRS), Regina da Costa da Silveira (professora
da Uniritter), Maria Helena Johannpeter (presidente da ONG Parceiros Voluntários), Rosane Fritz de Almeida (Direção da Regional Sinpro/RS Santa Rosa), Maria Beatriz Luce (professora e conselheira do Conselho Nacional de Educação – CNE).

Confira os agraciados de 2007 e mais informações sobre o Prêmio Educação RS no endereço: www.sinprors.org.br/premio

AGRACIADOS DE 2006 – Na categoria projeto, foi escolhida a iniciativa Medidas Socioeducativas – Da Repressão à Educação, que acompanhou a trajetória de 757 adolescentes atendidos no Programa de Prestação de Serviço à Comunidade, junto à Ufrgs, de 1997 a 2003. O resultado consta no livro homônimo, de Carmem Maria Craidy, doutora em Educação, e de Liana Lemos Gonçalves, mestra em Educação, coordenadora executiva do programa.

A professora Neila Sperotto, coordenadora do curso de Serviço Social do Instituto Metodista IPA, responsável pela implantação do primeiro curso superior dentro de um presídio, no Madre Pelletier, em Porto Alegre, foi a profissional agraciada em 2006 com a Pena Libertária.

A instituição destacada foi a Associação Vida Nova, de São Leopoldo, entidade filantrópica e sem fins lucrativos, mantenedora do Centro de Educação e Reabilitação de crianças com necessidades especiais múltiplas e da Escola Fundamental, que prioriza o atendimento à criança e ao adolescente com deficiência auditiva.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS