Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 118 | Ano 12 | Out 2007
PALAVRA DE PROFESSOR

Cris Lisiê Kurylo*

Devido à evolução que estamos vivendo nos últimos tempos, temos nos deparado com novas situações a cada dia. Situações estas que nos exigem posicionamentos, que por sua vez devem ser tomados em relação a todo o contexto, levando em consideração as vantagens e desvantagens para a continuidade da vida em nosso planeta.

A crescente demanda por produtos florestais tem nos provado que é necessário, cada vez mais, o reflorestamento, para o constante fornecimento de madeira para diversos setores industriais que dela dependem.

É nesse contexto que se insere a cultura do eucalipto. Muito criticada por pessoas, muitas vezes sem nenhum conhecimento técnico-científico a respeito do assunto ou simplesmente mal-intencionadas, que acabam repetindo mitos e mentiras que hoje já foram pesquisados e desmentidos.

O eucalipto não seca o solo, sendo assim não transformará o estado num deserto verde. Estudos comprovam que o consumo hídrico desta monocultura é compatível ao de outras culturas amplamente difundidas, como, por exemplo, o milho. Não tornará o solo improdutivo, pois, ao mesmo tempo em que retira os nutrientes necessários para seu desenvolvimento das camadas mais profundas, recoloca-os na superfície, através da queda de folhas, galhos e dos demais componentes biológicos.

As vantagens do cultivo do eucalipto, bem como a vinda de indústrias que dele se abastecem, são inúmeras, gerando o desenvolvimento e, assim, trazendo melhorias às regiões que antes estavam esquecidas no contexto nacional. Haverá a geração de novos empregos, além de um expressivo aumento na movimentação de capital tanto nacional quanto estrangeiro.

Acredito que a maior de todas as vantagens de seu cultivo advém do fato de que desta maneira conseguiremos proteger o que ainda nos resta de florestas nativas, minimizando, de certa forma, preocupações para as nossas futuras gerações.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS