Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 127 | Ano 13 | Set 2008
ELISA LUCINDA

Não consigo me soltar:
nem gases nem versos.
Hoje sou reverso de cantilena
antítese do poema
me espremo me alvoroço
me debulho me coço
me vasculho me provoco
e não sai nada.
Séculos se passaram
e o corpo ainda sente:
nasci na lei do ventre-livre
e hoje sofro de prisão de ventre

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS