Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 128 | Ano 13 | Out 2008
ENSINO PRIVADO
UERGS

Os professores da Uergs aprovaram, em assembléia realizada no início de setembro, o primeiro Acordo Coletivo da categoria, assegurando 4% de reposição salarial em janeiro de 2009, auxílio-creche, seguro de vida, plano de saúde e auxílio-doença. Os professores admitidos até 31 de maio receberão mais 15 valesrefeição de R$ 13 retroativos a junho como compensação de perdas salariais. “Após sete anos, a Uergs passa a ter uma condição mínima de trabalho para seus professores, o que é positivo, mas ainda podemos avançar muito”, avalia Amarildo Cenci, diretor do Sinpro/RS. Também foram reconhecidas as perdas salariais do período de 2005 a 2007, a serem negociadas em março de 2009.

A abertura de editais de concurso para professores e técnicos, plano de carreira, eleições diretas para Reitoria, regimento interno e melhores condições de trabalho são demandas que ainda não foram atendidas. “Faltam professores e técnicos e o acordo não impede a sobrecarga de trabalho”, alerta Marcelo Christoff, da Associação de Docentes (Aduergs). Os professores aprovaram ainda uma proposta de Plano de Carreira e elegeram uma comissão que irá elaborar o calendário eleitoral da Aduergs. O pleito se realiza neste mês.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS