Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 132 | Ano 14 | Abr 2009
ENSINO PRIVADO
PELOTAS

A Universidade Católica de Pelotas (Ucpel) despediu 40 professores, na sua maioria mestres, doutores e aposentados, no final de março, como resultado de uma reforma curricular que inclui redução de carga horária e até extinção de disciplinas. O Sinpro/RS constatou irregularidades no momento das rescisões, a exemplo das multas rescisórias. No caso de aposentados que continuavam lecionando, as multas não foram calculadas sobre o contrato de trabalho anterior à aposentadoria. A instituição não se manifestou sobre as demissões. De acordo com professores, a reforma seria uma resposta da Ucpel ao aumento da concorrência provocado pela compra de instituições pelo Grupo Anhanguera na região e também pela proximidade de três universidades federais (Ufpel, UFSM e Furg).

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS