Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 134 | Ano 14 | Jun 2009
CULTURA

Shows, exposição de artes, oficinas e debates. São mais de 80 atividades em 21 cidades, viabilizadas com parcerias locais.
Da Redação

A Fundação Ecarta deu um passo decisivo na perspectiva de efetivar sua atuação estadual, meta que vem perseguindo desde o início de seu funcionamento em abril de 2005, ano em que foi inaugurada pelo Sinpro/RS. Em maio, deu início ao projeto Cultura Itinerante, que levará a 21 cidades do interior do estado shows, exposição de artes plásticas, debates e palestras, superando 80 atividades no total. O projeto foi viabilizado com parcerias locais e o envolvimento dos diretores das Regionais do Sinpro/RS.

“A consolidação da Fundação Ecarta como uma entidade estadual reforça o projeto Sindicato Cidadão do Sinpro/RS”, expõe Marcos Fuhr, presidente da Fundação e diretor do Sindicato. “Criada para amplificar, por meio de parcerias, as políticas e ações culturais do Sinpro/RS, a Ecarta é um presente dos professores do ensino privado à sociedade gaúcha”, destaca.

Em Porto Alegre, os principais projetos culturais da Ecarta já são uma realidade no cenário cultural da região, mantendo uma programação sistemática de qualidade, sempre com bom público. “Já estávamos desenvolvendo projetos pilotos no interior que revelaram a imensa receptividade das comunidades. O interior do estado sofre com a carência de opções na área cultural, em função inclusive da falta de políticas públicas de estímulo à cultura”.

MÚSICA – Com quatro anos ininterruptos de atividades em Porto Alegre, com shows quinzenais, o Ecarta Musical levará a partir deste mês Izmália e banda, Trio Chico, Fruet e os Cozinheiros, Vanessa Longoni & Terratrônix, Os PoETs e Paulo Dionísio e banda às cidades de Bagé, Cruz Alta, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Frederico Westphalen e Novo Hamburgo. Serão três shows em cada cidade, totalizando 18 apresentações com entrada franca.

ARTES PLÁSTICAS – Finalista do Prêmio Açorianos de Artes Plásticas por dois anos consecutivos (2006 e 2007), no segmento espaço cultural, a Galeria de Arte inaugura sua inserção no interior do estado com a mostra Conversas Gravadas nas cidades de Camaquã, Pelotas, Santo Ângelo e Bento Gonçalves. A exposição, com curadoria de Anico Herskovits, reúne trabalhos de Vera Chaves Barcelos, Maria Ines Rodrigues, Danúbio Gonçalves, Mara de Carli, Marcos Sanches e Miriam Tolpolar. Acompanha a exposição a oficina A Caixa de Gravura, ministrada pela curadora, antes da abertura em cada cidade, com objetivo de demonstrar as técnicas de gravura.

NÚCLEO CULTURAL DO VINHO – Está propondo uma imersão na cultura do vinho produzido no Brasil e no Mercosul. Recebem as atividades as cidades de Pelotas, Uruguaiana, Rio Grande, Santa Maria, Sapiranga, Camaquã, Erechim e Passo Fundo.

Programação Fundação Ecarta
Porto Alegre – Junho 2009

Confira as atividades de junho. Detalhes, inscrições e a programação completa na internet, no site www.fundacaoecarta.org.br. Informações pelo fone (51) 4009-2970 ou diretamente na sede estadual da Ecarta (Avenida João Pessoa, 943 – Porto Alegre).

GALERIA DE ARTE – Entretantos – com curadoria de Ana Zavadil, traz obras de Alexandra Eckert, Antônio Augusto Bueno, Ana Flores, Claudia Flores, Eloísa Tregnago, Lia Freitas, Mariana Canepa, Marianita Linck, Marilene Maran, Nico Giuliano, Odete Calderan, Rejane Berger, Simone Nassif, Tania Resmini. Visitação até o dia 28, de terças a sextas, das 10h às 19h, sábados até 20h e domingos das 10h às 18h. EDITAL 2009 – A proposta Coletivo [COLETIVOS], dos artistas Adreson Vilson Vita Sá, Ana Chassot Ledur, Dânia Maria de Castro Moreira, Kátia Costa, Tereza Mello e Yara Baungarten, venceu a seleção pública, realizada no dia 23/05. Após, a comissão julgadora escolheu as mostras Pequena Distância, dos artistas Glaucis de Morais, Mariana Silva da Silva, Mariane Rotter e Aileen Lambert; e Reunião, dos artistas Selir Straliotto e Rogério Livi.

NÚCLEO DE LINGUAGEM – Oficina de criação poética, com Ronald Augusto, de 2 de julho a 3 de setembro, às quintas-feiras, das 19h às 21h. Investimento: R$ 250,00 à vista ou R$ 280,00 em duas vezes. Professores sócios do Sinpro/RS têm 20% de desconto. Curso Esses adoráveis escritores franceses (Módulo I), ministrado pela professora Maria Regina Bettiol, em dez encontros quinzenais, com início no dia 16, sempre às terças, das 18h30min às 20h30min. Investimento: R$ 165,00; para estudantes e sócios do Sinpro/RS, R$ 150,00.

ECARTA MUSICAL – Shows quinzenais, aos sábados, às 18h, com entrada franca. Dia 6 – Paulo Dionisio e Banda, com o show Outras Canções. Dia 20, show especial com o pianista uruguaio Juan Schellemberg.

NÚCLEO DE CINEMA – Curtas na Ecarta – Exibição temática e debate, atividade mensal, sempre na última terça-feira, das 19h30min às 21h30min, com entrada franca. Dia 30, tema Lucidez e Loucura, com os filmes: Dois Coveiros, de Gilson Vargas; Fome de quê?, de Luiz Alberto Cassol; e Um estrangeiro em Porto Alegre, de Fabiano de Souza.

NÚCLEO CULTURAL DO VINHO – Dia 06/06, às 11h, Espumantes Naturais do Mundo, palestra com degustação, com Félix Almeida, membro da Sbav. Investimento: R$ 20,00.

CONVERSA DE PROFESSOR
Saúde, Meio Ambiente e Infância

Voltado para professores, pedagogos e coordenadores, o programa propõe discussão de temas específicos de diferentes áreas do conhecimento. Neste ano, Conversa de Professor trabalha com três eixos-temáticos: Vida e Saúde, em parceria com a ONG Via Vida Doações e Transplantes; Meio Ambiente, em parceria com a Fundação Gaia – Legado Lutzenberger; e a Infância. No total, serão 52 atividades com os objetivos de aprofundar e ampliar o conhecimento, promover o debate sobre metodologias de trabalho em sala de aula e possibilitar relatos de experiência.

Recebem esta edição do Conversa de Professor Erechim, Frederico Westphalen, Camaquã, São Leopoldo, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Passo Fundo, Bento Gonçalves, Veranópolis, Santa Rosa e Alegrete. “Trabalhar com esses eixos-temáticos demonstra a preocupação da ECarta com temas relevantes e com a decisão de trabalhar em prol da formação de indivíduos que possam intervir de forma positiva na sociedade, destaca Cecília Farias, diretora do Sinpro/RS, e coordenadora do programa Conversa de professor, ao lado da professora Naima Wadi, vice-presidente da Fundação Ecarta e diretora do Sinpro/RS, Regional Santa Rosa.

“A abordagem da preservação do meio ambiente em sala de aula é inadiável”, destaca. “A parceria com a Fundação Gaia para a realização deste eixo somou a programação todo o conhecimento desta instituição criada pelo maior ambientalista do estado: José Lutzenberger”, assinala Cecília. “Já a parceria com a ONG Via Vida Doações e Transplantes garantirá uma abordagem qualificada em relação à preservação da saúde até o desenvolvimento de uma consciência solidária em torno da doação de órgãos e tecidos”.

Aos professores da Educação Infantil e séries iniciais, o projeto Conversa de Professor propõe a abordagem do processo pedagógico por meio da música, da brincadeira, das artes plásticas e da literatura. Todas as atividades contam com a participação de especialistas, com larga experiência nas respectivas áreas. “De forma mais dinâmica e direta, a idéia é subsidiar os docentes em sua atividade pedagógica cotidiana”, observa a professora Naima Wadi. Os três eixos serão trabalhados em quatro encontros de 2, 5 horas de duração. Programação completa na internet através do site www.fundacaoecarta.org.br.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS