Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 134 | Ano 14 | Jun 2009
ENSINO PRIVADO
EDUCAÇÃO INFANTIL

As negociações salariais entre o Sinpro/RS e o Sindicreches – com vistas à Convenção Coletiva 2009 dos professores das instituições de ensino que ofertam somente Educação Infantil no estado – encerraram o mês de maio com um entendimento em torno da necessidade de reposição da inflação para os pisos salariais da categoria na capital e no interior. Foram quatro rodadas até o final do mês e a expectativa é de encerramento das negociações na primeira quinzena de junho, com realização de nova assembleia dos professores.

São destaques da pauta, além da reposição da inflação dos últimos 12 meses (5,83%), calendário de férias para julho, janeiro e fevereiro; plano de saúde com participação de 50% do empregador no valor básico; feriado no Dia do Professor (13 de outubro) e dedicação de 30% da carga horária contratada para o trabalho extraclasse (elaboração de provas e trabalhos). De acordo com Celso Stefanoski, diretor do Sinpro/RS, persistem alguns entraves na negociação, uma vez que a Educação Infantil tem suas especificidades por ser um setor em processo de regulamentação, em que muitas instituições têm professores, mas não os registram como tal. “Estamos negociando uma transição para 2009 de forma que as escolas passem a cumprir a CCT, regularizando a contratação de professores. Também está em discussão a extensão, para todo o estado, do piso diferenciado, que já é adotado em algumas regionais do Sinpro/RS”, destaca.

Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.