Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 136 | Ano 14 | Ago 2009
ENSINO PRIVADO
SAÚDE DO PROFESSOR

O Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS) realiza em Porto Alegre, no dia 22 de agosto, painel e debate sobre as Condições de Trabalho e Saúde do Professor. Além de apo

O painel e debate acontecerão das 9h30min às 14h, no auditório do Centro de Eventos da Amrigs (Av. Ipiranga, 5311). A atividade terá como base os resultados da pesquisa, que será apresentada na íntegra pelo psicólogo do Diesat, Wilson Campos, que coordenou o levantamento.

Os resultados relativos aos professores do ensino privado foram divulgados em junho deste ano pelo Sinpro/RS e Fetee/Sul e apresentaram dados alarmantes sobre a saúde docente, com altos índices de distúrbios psíquicos decorrentes do trabalho, além de sintomas físicos e uso excessivo de medicamentos que demonstram a necessidade de ações efetivas e preventivas para uma melhor qualidade de vida no trabalho.

“Convidamos todos os professores a participar deste evento, pois é a partir de situações como esta que o Sindicato pode mobilizar as mais diferentes instâncias para buscar políticas concretas na defesa do ensino de qualidade com trabalho digno e saudável”, ressalta Cássio Bessa, diretor do Sinpro/RS.

Por meio de debates com profissionais de diferentes áreas, o evento tem como principais objetivos trabalhar o tema de forma preventiva com a categoria, levantar propostas de melhoria nas condições de trabalho e divulgar para a sociedade os problemas que atingem o ensino privado. As inscrições são gratuitas, com confirmação de presença pelo telefone (51) 4009.2991 ou por email direcao@sinprors.org.br

Programação
• 9h30min – Apresentação da Pesquisa Condições de trabalho e saúde dos trabalhadores nas instituições de ensino privado do Rio Grande do Sul.
– Wilson Campos, psicólogo do Diesat.
– Representante da Direção do Sinpro/RS.

• 10h10min às 10h20min – Apresentação de vídeo com depoimentos de professores.

• 10h20min às 11h40min – A extensão da jornada de trabalho do professor como fator de adoecimento.
– Dr. Mauro Soibelman, perito médico da Procuradoria Regional do Trabalho da 4ª Região,
Ministério Público do Trabalho.
– Emílio Papaléo Zin, desembargador Federal do Trabalho – Tribunal Regional do Trabalho 4ª Região.

• 11h40min às 12h – Coffee-break

• 12h às 14h – A tensão no ambiente escolar e seus reflexos na saúde do docente.
– Eliana Perez Gonçalves de Moura, psicóloga, professora da Feevale doutora em Educação.
– Juiz Luiz Antonio Colussi, presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da IV Região (Amatra IV).

Acesse a pesquisa sobre os professores no site do Sinpro/RS: www.sinprors.org.br/pesquisa/PesquisaSaude2009.pdf

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS