Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 137 | Ano 14 | Set 2009
ENSINO PRIVADO
UERGS

O juiz titular da 5ª Vara da Fazenda Pública, Sérgio Luiz Grassi Beck, deferiu no dia, 28 de agosto, mandado de segurança impetrado pelo Sinpro/RS solicitando a anulação dos atos de nomeação de sete diretores de Campus Regionais da Uergs e determinando a eleição direta de seus substitutos, conforme determina o estatuto da instituição.

A crise da Uergs foi pauta de Audiência Pública na Comissão de Educação da Assembleia Legislativa no dia 25 de agosto, com a participação de alunos, professores e demais trabalhadores da instituição, e representantes do Sinpro/RS. Um protocolo de compromisso proposto pelo Conselho Estadual de Educação (Ceed/RS) foi elaborado ao final da audiência e encaminhado para aprovação dos deputados. O documento estabelece mudanças e melhorias na gestão da Universidade. Ver íntegra do documento no sitewww.sinprors.org.br/uergs.

No mesmo dia, os professores aprovaram em assembleia a proposta negociada com o governo de assinar o Acordo Coletivo 2009/2010, que prevê reajuste de 4% retroativo a junho, 18 vales-refeição, reconhecimento das perdas salariais de 9,92%, a serem negociadas em março de 2010, atualização das demais cláusulas de repercussão econômica pelo INPC de junho de 2008 a maio de 2009, no percentual de 5,45%, e renovação das cláusulas do acordo anterior.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS