Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 141 | Ano 15 | Mar 2010
EDITORIAL

O jornal Extra Classe entra no seu 15º ano de circulação ininterrupta com novo projeto gráfico, impressão em papel hi-brite, full collor e ampliação do número de páginas.

Graficamente mais atraente, a publicação traz ainda novidades que vão da identificação dos colunistas à tira do Rango, o histórico e combativo personagem de Edgar Vasques, que agora aparece em cores pela primeira vez desde que foi criado nos anos 70.

Diante de tudo isso, o projeto editorial mantém a linguagem jornalística, a pluralidade de temas e o foco na educação – o que sintetiza uma vocação cada vez mais consolidada pelo jornal. Afinal, já são 14 prêmios de jornalismo, com destaque para a Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e Prêmio Direitos Humanos, da Assembleia Legislativa.

Atualmente, o Extra Classe tem uma tiragem de 21 mil exemplares, 18 mil assinantes associados do Sinpro/RS, e circula principalmente entre professores do ensino privado, formadores de opinião, meio político e cultural, além de bancas segmentadas.

A versão on-line do EC está disponível no site do Sinpro/RS (www.sinprors.org.br/extraclasse), com mais 50 mil acessos por mês.

Para comemorar os 15 anos de circulação do jornal, o Sinpro/RS realiza um evento no Vestíbulo Nobre Erico Verissimo da Assembleia Legislativa, mesmo local onde foi lançada a primeira edição, em março de 1996.

* * *

A reportagem de capa desta edição aborda a burocracia e a omissão do Ministério das Comunicações que, ao ceder ao lobby das emissoras de televisão, nega aos 16,7 milhões de brasileiros cegos o acesso à programação com audiodescrição.

Enquanto isso, como mostra a reportagem não faltam iniciativas de inclusão dos deficientes visuais em cinema, teatro e televisão.

Na entrevista do mês, o italiano Luigi Ferrajoli, professor de Direito da Università Roma Tre, fala sobre direitos, democracia e justiça.

Neste que foi eleito pela ONU o Ano Internacional da Biodiversidade, não faltam denúncias sobre destruição de vegetação nativa e extinção de espécies com a proliferação de hidrelétricas na Bacia do Rio Uruguai.

Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.