Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 151 | Ano 17 | Mar 2011
ENSINO PRIVADO
PROJOVEM

Professores e funcionários do ProJovem Urbano, executado pela Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Extensão da Unisul – Faepesul, paralisaram as atividades de 3 a 14 de fevereiro devido ao atraso no pagamento de dois meses de salários. Após longa negociação com a Prefeitura de Porto Alegre, o município se dispôs a liberar os recursos para o pagamento das guias devidas pela Faepesul. Na mesma data, o Sinpro/ RS conseguiu na Justiça do Trabalho antecipação de tutela que determinou o depósito dos salários em conta judicial.

Solução Cooperativa – Os professores do ProJovem, executado pela Solução Cooperativa, que desde 2010 passam por inúmeras dificuldades financeiras, buscam, por meio do Sindicato, garantir seus direitos trabalhistas. O Sinpro/RS negocia com a Secretaria Estadual da Educação para que o governo assuma diretamente a responsabilidade no pagamento das verbas rescisórias de todos os professores.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS