Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 152 | Ano 17 | Abr 2011
ENSINO PRIVADO
EDUCAÇÃO INFANTIL

ensino_privado_14

Not available

Not available

O dissídio coletivo dos professores das escolas que atuam exclusivamente com Educação Infantil foi homologado no dia 21 de março de 2011. A negociação coletiva entre Sinpro/RS e Sindicreches teve seu desfecho em novembro de 2010 por meio de mediação na Justiça do Trabalho. “A resistência do Sindicato Patronal em aproximar o valor dos pisos transitórios foi o principal motivo da falta de acordo”, destaca o professor Celso Stefanoski, diretor do Sinpro/RS. Os pisos transitórios foram estabelecidos em 2009 para que as escolas se adequassem à Convenção Coletiva de Trabalho contratando professores.

As escolas que não anteciparam os valores aos seus professores durante a tramitação do dissídio deverão fazêlo até 1º de maio de 2011, data-base da Educação Infantil. A Convenção Coletiva 2010 mantém os pisos existentes, inclusive os transitórios, reajusta as cláusulas econômicas pelo INPC (5,49%) e mantém todas as condições previstas na Convenção de 2009. O piso devido é retroativo a maio de 2010, data-base da categoria. O documento pode ser acessado na íntegra no site www.sinprors.org.br

 

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS