Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 154 | Ano 17 | Jun 2011
EDITORIAL

No mês em que se comemora o dia mundial do meioambiente, 5 de junho, e em que esta edição começa a circular, o Extra Classe preparou uma reportagem especial sobre o tema. Não se trata de material para pesquisas escolares com o que já é sabido sobre o assunto, mas justamente sobre o que de mais atual e urgente existe. Nossa capa, Bem-vindos ao capitalismo verde, chama para a reportagem de Roberto Villar Belmonte, que pretende dar conta do que de mais importante será discutido na Rio+20, a conferência que ocorrerá no Brasil daqui exato um ano, e depois de duas décadas da Rio 92. O futuro do planeta está diretamente vinculado à viabilidade e de como se dará a tão falada economia verde, modalidade em que o Brasil se cacifa para ser líder.

Nosso entrevistado do mês é Alex Bellos. Jornalista, filósofo e matemático propõe em seu livro No país dos números – uma viagem ao mundo maravilhoso da Matemática, uma viagem pelo planeta para melhor entendermos a história da Matemática e a relação desta ciência com a realidade com a cultura e a religião.

No campo das políticas educacionais, lançamos uma lente sobre o projeto do governo federal para o Plano Nacional de Educação, que pouco olha para o ensino privado como parte de um sistema maior e integrado da Educação no Brasil.

Voltamos ao tema do desperdício de alimentos, a partir de uma experiência positiva realizada em Porto Alegre. Coincidentemente, dias depois da nossa reportagem circular, estudo divulgado pela FAO não só confirmou a tese levantada por nossa reportagem, como mostrou que o quadro de desperdício no planeta é ainda pior.

Passado um mês da execução de Osama Bin Laden, a avaliação de especialistas é de que mais relevante que a morte do líder terrorista para a realidade mundial, Oriente Médio e Norte da África, estão sendo os levantes árabes. Eles estão modificando o cenário político local, forçando acordos de paz e influenciando movimentos na Europa. Boa leitura.

Cartas

Desperdício
Olá, sou marido de professora, e sei que, assim como outros professores com carga horária elevada, minha esposa nem sempre tem tempo de ler todo o Extra Classe. Assim, sou o primeiro a lê-lo quando chega, coisa que faço com prazer. Gostaria de parabenizá-los pela impactante reportagem da edição deste mês, sobre o desperdício de comida em Porto Alegre e no mundo, coisa que observo aqui em nossa região também. Culturalmente, as pessoas têm o hábito do desperdício, sempre deixando sobrar nos pratos e mesas. O que é preocupante e assustador, como diz a reportagem. E parece que na educação, novamente, está a chave para tentar solucionar este problema tão devastador. Mas, como conseguirão nossos bravos professores, também afligidos por dificuldades diversas, penetrar na mente dos jovens da atualidade, a respeito desse tema? Um forte abraço e novamente parabéns pela bela reportagem, divulgarei aos nossos amigos o interessante texto que serve de alerta.

Raul Portz – Lajeado – RS.

NOTA
O EXTRA NA COMUNIDADE – O Departamento de Marketing do Shopping Total solicitou ao Sinpro/RS vários exemplares da edição de maio do Extra Classe para realizar um trabalho de conscientização sobre o desperdício de alimentos com os seus lojistas da praça de alimentação. A equipe do Extra agradece a iniciativa, por considerar a inserção e repercussão dos temas abordados no jornal na comunidade a mais gratificante forma de reconhecimento do trabalho realizado.

Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.