Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 163 | Ano 17 | Mai 2012
ENSINO PRIVADO

Publicação contempla proposta do Sinpro/RS de produzir literatura sobre as questões do ensino privado

O professor sob pressão

Not available

Not available

O trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Apoio ao Professor contra a Violência – NAP, instituído pelo Sinpro/RS em 2007 para acolher os professores que chegam ao Sindicato em sofrimento por situações de constrangimento e violência nas instituições de ensino privado, é abordado em livro a ser lançado em maio. “O lançamento representa a inauguração de uma nova linha de produtos editoriais do Sinpro/RS sobre os problemas enfrentados pelos professores no ensino privado gaúcho”, destaca Marcos Fuhr, diretor do Sindicato.

Este primeiro livro O professor sob pressão – Prevenção e enfrentamento da violência no ambiente de trabalho (Carta Editora, 104 p.) traz a análise de especialistas sobre as situações de violência vivenciadas no ambiente de trabalho e os caminhos possíveis para a sua prevenção e enfrentamento por parte dos profissionais e instituições de ensino. A obra reúne artigos de professores, psicólogos, representantes do Judiciário e outros especialistas acerca de situações de constrangimento protagonizadas por alunos e dirigentes no ambiente escolar, bem como os casos de violência implícita e explícita, assédio moral, discriminação, ameaças, assédio por meio virtual e assédio sexual sofridos por docentes no exercício profissional.

A obra tem organização da diretora do Sinpro/RS e coordenadora do NAP, Cecília Farias, que oferece aos leitores uma detalhada explanação sobre as atividades do NAP e as pesquisas que comprovam o alto índice de comprometimento da saúde dos professores; e conta também com artigos da psicanalista e doutora em Educação Roséli Cabistani; de Luciane Toss, advogada do Sinpro/RS; do juiz do Trabalho Rubens Fernando Clamer dos Santos Júnior; de membros da Associação Psicanalista de Porto Alegre (Appoa), entre outros.

O lançamento com sessões de autógrafos será em Porto Alegre, na Fnac (BarraShoppingSul), dia 21, às 19h30min; e em Caxias do Sul, na Saraiva MegaStore (Shopping Iguatemi Caxias), dia 28, às 19h30min.

“Os relatos da violência contra professores nas instituições de ensino privado motivaram o Sinpro/RS a investigar as causas e os desdobramentos dessas situações para os docentes. Os resultados obtidos oferecem um panorama claro sobre os tipos de violência sofrida pelos docentes e indicam a necessidade de continuar alertando sobre os reflexos prejudiciais da violência, reivindicando junto ao Sindicato patronal maior atuação das direções de escolas para prevenir e reprimir essas atitudes desrespeitosas de alunos, pais e coordenadores que desqualificam o professor e comprovadamente são fator de adoecimento”, ressalta Cecília Farias.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS