Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 177 | Ano 18 | Set 2013
ENSINO PRIVADO
ULBRA

Pela primeira vez na fase de recrudescimento da crise da Ulbra, que se estende desde 2008, uma pendência salarial extrapolou o mês subsequente ao trabalhado. No final de agosto, ainda não haviam sido pagos 37,65% do salário de julho aos professores e funcionários. Um comunicado do RH informou que essa pendência só seria paga no dia 4 de setembro. O Sinpro/RS, face ao agravamento da situação, convocou reunião de professores no dia 3 para discussão do agravamento dos atrasos salariais. Em 2013, além do descumprimento do Acordo Coletivo firmado com o Sindicato no final de 2012, a Ulbra ainda não integralizou os reajustes da CCT Sinpro/RS-Sinepe/RS.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS