Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 184 | Ano 19 | Jun 2014
ENSINO PRIVADO
NEGOCIAÇÃO COLETIVA

Em assembleia geral, realizada em Porto Alegre, a categoria aprovou a proposta de reajuste salarial e manutenção das demais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT)

Os professores do ensino privado que atuam na educação básica aprovaram, em assembleia geral, realizada no dia 17 de maio, em Porto Alegre, a proposta para Acordo negociada com o Sinepe/RS: reajuste salarial de 5,38% nos meses de março e abril, com integralização dos 6,38% em maio, a instituição de Comissão paritária para elaborar proposta de Calendário Escolar 2015 e a renovação das demais cláusulas da Convenção Coletiva.

Professores da educação básica têm reajuste de 6,38%

Foto: Leonardo Savaris

Assembleia rejeitou Comissão para discutir aproximação dos valores hora-aula da educação infantil/anos finais com anos finais do ensino fundamental

Foto: Leonardo Savaris

A assembleia da educação básica ficou mais de 20 dias em aberto na tentativa de melhorar a proposta para aproximação entre os valores hora-aula da educação infantil/anos iniciais com os anos finais do ensino fundamental. De acordo com Cecília Farias, diretora do Sinpro/RS, com a rejeição pelo Sinepe/RS da proposta inicialmente acordada na mesa de negociação e a proposição de discussão em Comissão paritária sobre o tema, a assembleia deliberou pela retirada desse item.

“O Sindicato continuará lutando para corrigir essa injustiça que as escolas fazem com os professores da educação infantil e anos iniciais. Esses professores receberão do Sinpro/RS todas as informações para que se engajem na luta pela isonomia salarial em relação aos seus colegas dos anos finais e do ensino médio”, completa Cecília. A negociação salarial 2014 entre o Sinpro/RS e o Sinepe/RS começou em março em duas câmaras – educação básica e superior. A íntegra da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) está disponível no site do Sindicato (www.sinprors.org.br/convencoes).

BALANÇO PATRIMONIAL– Em assembleia geral, também no dia 17 de maio, os professores aprovaram o Balanço Patrimonial 2013 do Sinpro/RS, ratificaram o desconto da Contribuição Assistencial; aprovaram a autorização para assinatura única nos cheques da devolução do Imposto Sindical aos associados e o reajuste das taxas.

 

 

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS