Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 192| Ano 20 | Abr 2015
EDITORIAL

A recente greve de caminhoneiros que ameaçou o país com o desabastecimento, problema que chegou a atingir de fato alguns setores, provocou uma reflexão sobre a opção do país pelo modal rodoviário e o abandono dos trens como meio de escoamento da produção e transporte de passageiros. O resultado foi a privatização de uma das maiores malhas ferroviárias da América Latina e o sucateamento de equipamentos e da frota. O abandono dos trens e a realidade na qual o transporte virou refém da iniciativa privada do transporte rodoviário de cargas estão sintetizados na imagem de um vagão fantasma deteriorado junto à antiga Estação Augusto Pestana, perto do aeroporto Salgado Filho, no qual alguém pichou a palavra “insanidade”. É sobre os desdobramentos dessa realidade e uma possível retomada das estradas de ferro com a conclusão da Ferrovia Norte-Sul que trata a reportagem de capa desta edição.

Destaque ainda para a avaliação de cientistas políticos e lideranças sobre as manifestações de março, especialmente o ato do dia 15, no qual emergiram bandeiras antidemocráticas como em tempos não muito distantes. Na luta contra os transgênicos, ativistas conseguiram impedir a votação pela CTNBio sobre a liberação de uma espécie de eucalipto com alto potencial de consumo de água, danos à saúde e até mesmo à produção de mel. Completam a edição a adequação de estados e municípios ao Plano Nacional de Educação, as notícias do ensino privado e as colunas e charges dos colaboradores do Extra Classe.

Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.