Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 203 | Ano 21 | Mai 2016
ARTE+

Por Gilson Camargo

Festival exibe em Porto Alegre raridades do cinema fantástico

Foto: O Que Fazemos nas Sombras/ BD/ Divulgação

Foto: O Que Fazemos nas Sombras/ BD/ Divulgação

Fantasia, ficção científica, horror, thriller. O cinema fantástico desfila mais de cem longas e curtas-metragens pelas telas de quatro cinemas do circuito alternativo da capital gaúcha – CineBancários, Santander Cultural e Capitólio –, de 13 a 19 de maio, com a realização da 12ª edição do Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre (Fantaspoa). Na programação, a produção cinematográfica do gênero proveniente de 25 países e raramente disponível na distribuição nacional – exclusividade que é uma das propostas do festival. São 49 longas inéditos no Brasil, dos quais cinco terão sua primeira exibição pública; 25 estreias latino americanas e 19 serão exibidos pela primeira vez no Brasil.

Com mais de 150 títulos na sua filmografia, o ator espanhol Antonio Mayans é um dos homenageados dessa edição, assim como o diretor inglês Brian Trenchard Smith, um dos responsáveis pela redescoberta da cultuada filmografia australiana de gênero; e o brasileiro Guilherme de Almeida Prado, realizador de filmes de gênero mais criativos e premiados do país. Eles participam de sessões comentadas com o público após as sessões. E Mayans, colaborador do cultuado diretor Jess Franco, ministrará curso de atuação gratuito.

Outro referencial do gênero fantástico é o espanhol Luis de la Madrid, responsável pela montagem de filmes como A Espinha do Diabo, de Guillermo del Toro, e O Operário, com Christian Bale. Madrid estará presente no evento para apresentar A Espinha do Diabo e ministrar um curso de edição. Também será oferecido o curso teórico Aspectos Históricos do Horror Cinematográfico Moderno e Contemporâneo, ministrado por Hernani Heffner, curador adjunto e conservador-chefe da Cinemateca do MAM-RJ. O ingresso custa R$ 10,00 e as atividades paralelas são gratuitas.

Além dos filmes da programação oficial, o festival oferece diversas atrações. O músico italiano Vince Tempera realizará um concerto no Santander Cultural, mesclando trilhas de filmes de sua autoria e de outros mestres do gênero, além de contar histórias sobre a Era de Ouro do cinema italiano. No Instituto Goethe de Porto Alegre, a tradicional sessão musicada com o clássico As Mãos de Orlac, de Robert Wiene, musicado ao vivo pelo multi-instrumentista Diego Poloni. Tem ainda o Fantaspoa CineKombi, mostra itinerante ao ar livre por 16 cidades gaúchas no período do evento. No Capitólio, sessões comentadas de seis longas de gênero brasileiros: Espelho da Carne, de Antonio Carlos da Fontoura, Fica Comigo esta Noite, de João Falcão, Finis Hominis, de José Mojica Marins, A Hora Mágica e Perfume de Gardênia, de Guilherme de Almeida Prado e Prata Palomares, de André Faria. Confira a programação completa em www.fantaspoa.com .

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS