Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 227 | Ano 23 | SET 2018
ARTE+
ARTE +

Por César Fraga

Foto: Igor Sperotto

Foto: Igor Sperotto

Um fígado aqui, outro ali, um rim acolá. Três artistas completamente diferentes juntos em um conjunto musical improvável. Todos sobreviventes e gratos. Estão vivos e atuantes graças às famílias que em algum momento de extrema tristeza e dor fizeram valer o amor, autorizando a doação de órgãos.

A partir das suas histórias pessoais, King Jim, Bebeto Alves e Jimi Joe reuniram seus talentos, instrumentos e vozes em torno do grupo Los 3 Plantados. Fizeram canções e montaram um espetáculo no intuito de dividir a experiência de quem já esteve na fila dos transplantes. Criaram um discurso musical que fala da importância de estimular uma cultura de doação de órgãos como uma cultura de valorização da vida. E falam disso de uma forma leve e divertida, mesmo em se tratando de assunto bastante sério.  Daí saíram versos como “os meus olhos podem ser tua visão e no teu peito bater o meu coração. Alguém pode viver com o rim da Maria e a medula de um outro salvar tua tia…”.

Agora, uma parte deste trabalho ganhou registro fonográfico e teve seu lançamento no formato de CD: Los 3 Plantados – Alimente a vida. Mas, não se pense que este CD é um mero apanhado de jingles piegas de convencimento, porque passa longe de sê-lo. Muito pelo contrário, antes de mais nada, são belas e inspiradas canções de amor, inteligentes, bem arranjadas, bem produzidas e repletas de humor e autoironia.

O álbum traz 12 faixas em que, ora Los 3 funciona como um trio, ora funciona solo – numa espécie de álbum branco beatle.  Aí entra a produção firme de Luciano Albo, que amarra e garante a unidade da primeira à última faixa, mesmo passando por baladas, roques, experimentos pop, folk, milongas e uma que outra passagem brechtiana. Sim, porque esse apelo de música teatral também está presente, uma vez que o repertório do disco faz parte da abordagem que os artistas levam para os eventos que visam  promover a cultura doadora. Aliás, o grupo foi reunido pela primeira vez justamente para uma apresentação do projeto Cultura Doadora, da Fundação Ecarta, em setembro de 2014.  De lá pra cá Los 3 Plantados não pararam mais.

Jumi Joe, King Jim e Bebeto Alves: sobreviventes e gratos

Foto: Igor Sperotto

Jumi Joe, King Jim e Bebeto Alves: sobreviventes e gratos

Foto: Igor Sperotto

CONVIDADOS – As gravações contaram com as participações de vários músicos convidados, entre eles: Biba Meira, Marcelo Corsetti, Cláudio Mattos, Duca Leindecker, Humberto Gessinger, Lucio Dorfman, Luis Vagner, Luke Faro, Renato Borguetti, Renato Mujeiko, Leandro Schirmer, César Audi.

UM PEDAÇO – E, como diz o release assinado pelo veterano jornalista Eduardo San Martin, diretamente e de Nova York: “Estes caras não querem o dinheiro do ouvinte. Querem muito mais. Querem um rim, um pulmão, fígado ou coração, querem a córnea, a medula óssea. Só querem um pedaço do ouvinte, entretanto, quando este não precise mais do órgão. Os Los 3 Plantados uniram-se para demonstrar, no palco e no estúdio, que há muita vida pós-transplante”.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS