MOVIMENTO

Brasil de Fato RS comemora três anos nesta sexta, 16

O jornal, que chegou no estado em julho de 2018, após 15 anos do lançamento da edição nacional, produz conteúdo com foco na política, na economia e na luta dos movimentos sociais
Por Redação / Publicado em 14 de julho de 2021
Grupo Unamérica fará o show de comemoração dos 3 anos do Brasil de fato RS

Foto: Alex Garcia/Brasil de fato RS

Parceiros desde o lançamento do Brasil de Fato RS, os músicos Dão Real e Zé Martins, do Grupo Unamérica, gravaram a música do jornal, criada em 2018

Foto: Alex Garcia/Brasil de fato RS

O aniversário  de três anos do Brasil de Fato RS (BdFRS) será comemorado nesta sexta-feira, 16, a partir das 19h, com uma live diretamente do Armazém do Campo de Porto Alegre. A transmissão será pelas páginas do jornal no Facebook e Youtube.

Além de vídeos com depoimentos de integrantes do Conselho Político, colunistas, parceiros da mídia independente e editores do sistema nacional, a noite será regada com muita música latino-americana, com o Grupo Unamérica. Parceiros desde o lançamento do Brasil de Fato RS, os músicos Dão Real e Zé Martins gravaram a vinheta do jornal, música criada no ano do seu lançamento.

Trajetória

Foto: BdFRS

A primeira capa

Foto: BdFRS

O Brasil de Fato chegou no estado em julho de 2018, após 15 anos do lançamento de sua versão nacional, durante o 3º Fórum Social Mundial, em Porto Alegre. Em um primeiro momento, a publicação contou com edições impressas quinzenais. Com a estruturação da equipe, em 2019 a publicação foi ampliada para a internet, com a produção diária de conteúdo, com distribuição pelas redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter) e grupos no Whatsapp.

Atualmente funcionando em rede, o Brasil de Fato consolidou-se como um dos maiores sistemas de comunicação da esquerda no país, com a cobertura das lutas sociais, entrevistas e notícias sobre política, economia, direitos humanos e cultura, a partir da visão popular das cidades, do Brasil e do mundo.

Os estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo já contam com os portais regionais e também com suas versões locais de tabloides impressos. E agora está chegando à Brasília.

“A classe trabalhadora precisa construir a sua mídia”, assinalou o economista João Pedro Stédile, dirigente do MST e da Via Campesina, na entrevista da primeira edição do jornal Brasil de Fato em sua versão impressa no Rio Grande do Sul. “Um dos pilares de uma participação democrática da população na vida política da sociedade é a necessidade dela ter acesso a informações verdadeiras sobre a realidade e os contornos da luta de classe”.

O Brasil de Fato se mantém a partir de contribuições mensais das entidades sociais e sindicais que compõe o Conselho Político, anúncios publicitários no site e contribuições pessoais através do Amigos do BdFRS. Em 2020, o site do jornal no Rio Grande do Sul registrou 619.880 acessos e o site nacional 36.614.374.

Comentários

Siga-nos