EDUCAÇÃO

Pastor evangélico é o novo ministro da Educação

Presidente Jair Bolsonaro informou sua decisão por Milton Ribeiro no final da tarde desta sexta-feira, 10, na página da Agência Brasil na internet
Por Redação / Publicado em 10 de julho de 2020

Foto: Reprodução Redes Sociais

Professor e pastor Milton Ribeiro assumirá o Ministério da Educação

Foto: Reprodução Redes Sociais

Milton Ribeiro será o quarto ministro da Educação em um ano e meio de governo Bolsonaro. Antes dele, passaram pelo ministério Ricardo Vélez Rodríguez, Abraham Weintraub e Carlos Alberto Decotelli. Logo após o anúncio de Bolsonaro, a nomeação foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial da União.

Ribeiro é membro da Comissão de Ética Pública da Presidência, é ligado à Universidade Mackenzie e apresenta no currículo doutorado em Educação.

Pastor na Igreja Presbiteriana de Santos, Ribeiro havia conversado com Bolsonaro sobre a possibilidade de assumir a Educação na última terça-feira, 7.

Milton Ribeiro nasceu em Santos, SP, e tem 52 anos de idade. No site do Instituto Prebisteriano Mackenzie, mantenedora da tradicional universidade da capital paulista, ele figura como vice-presidente do Conselho Deliberativo. 

Desde maio de 2019 ele integra a Comissão de Ética Pública da Presidência da República (CEP), cargo que deverá renunciar para tomar posse.

Graduado em teologia e direito, Ribeiro tem conforme seu Currículo Lattes mestrado em direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e doutorado em educação pela USP. A plataforma Lattes ainda informa que ele concluiu especialização em Administração Acadêmica pelo Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB) e realizou estágio em Joplin, Universidade do Estado de Kansas, nos Estados Unidos.

Ribeiro atualmente é Pastor da Igreja Presbiteriana Jardim de Oração, em Santos, SP. No currículo do religioso ainda consta uma especialização no Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper que é uma instituição de ensino superior livre – sem vínculo com o MEC – cuja missão é a formação de professores para seminários e outras instituições de ensino teológico da Igreja Presbiteriana do Brasil.

Ribeiro ainda foi titular entre 2014 e 2018 da Junta Regional de Educação Teológica Sul (Juret) da Igreja Presbiteriana. Uma Juret tem a atribuição de acompanhar todas as movimentações dos seminários da igreja no país. 

O novo titular do MEC também foi ex-vice-reitor da Universidade Mackenzie e foi ordenado como ministro religioso em 21 de janeiro de 1982 na sua cidade natal.

Comentários

Siga-nos