EDUCAÇÃO

Imed projeta expansão de R$ 100 milhões e cinco novos campi no RS

Atitus é a nova marca do grupo educacional gaúcho que cogita novas unidades em Pelotas, Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo, Caxias do Sul; e expansão para Santa Catarina Paraná e São Paulo
Da Redação / Publicado em 14 de setembro de 2022

Foto: Imed/Atitus/Divulgação

Campus Passo Fundo da Imed, que passou a se chamar Atitus Educação

Foto: Imed/Atitus/Divulgação

Na contramão do cenário de recessão, cortes e fechamento de cursos vivenciado por grande parte das instituições educacionais do ensino privado do Rio Grande do Sul, a Atitus Educação divulgou um salto no seu plano de expansão local e em outros estados até 2026.

A Atitus é a nova marca da Imed, que mantém campi em Passo Fundo, Porto Alegre e Ijuí.

A companhia informou no dia 25 de agosto que fará investimentos de R$ 100 milhões nos próximos quatro anos com o objetivo de ampliar a presença no RS, inovar o modelo educacional e ingressar em outros estados.

Para o RS, a empresa projeta a abertura de faculdades em Erechim, já no primeiro semestre de 2023, e novos campi estão em estudo para Pelotas, Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo e Caxias do Sul. Atualmente, emprega 360 professores no estado.

A Atitus também estuda ainda a abertura de unidades em Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Fundada em Passo Fundo por um grupo de professores em dezembro de 2004, a instituição estima uma receita líquida de R$ 124 milhões para este ano.

Imed/Atitus: ensino e carreiras

De acordo com Daniel Sperb, vice-presidente de Inovação Acadêmica e responsável pela condução da mudança no modelo educacional da instituição, a proposta é agregar ao ensino uma plataforma educacional para direcionar os alunos para o “empreendedorismo ou a empregabilidade”.

“Em salas de aulas de todos os cursos, estamos levando desafios empresariais, colocando alunos em contato com problemas reais do mundo corporativo. Essas iniciativas são semelhantes aos modelos adotados por instituições sediadas no Vale do Silício e em Israel”, destaca.

A companhia informa um crescimento de 40% nas matrículas entre 2018 e 2020. No ano passado, a então Imed comprou a Faculdade América Latina (FAL), de Ijuí, e demitiu 13 professores em novembro e dezembro. Em junho deste ano, incorporou a Fasurgs, faculdade especializada na área da saúde, de Passo Fundo.

Comentários

Siga-nos