SAÚDE

Morreram 105 pessoas por coronavírus nas últimas 24 horas

Conforme relatório, sobe para 1.328 o número de mortes confirmadas por coronavírus contra 1.223 divulgadas no domingo, o que representa um crescimento de 9%
Por César Fraga / Publicado em 13 de abril de 2020
Diagnóstico laboratorial de casos suspeitos do novo coronavírus (2019-nCoV), realizado pelo Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que atua como Centro de Referência Nacional em Vírus Respiratórios para o Ministério da Saúde

Foto: Josué DAmacena/IOC/Fiocruz/Divulgação

Diagnóstico laboratorial de casos suspeitos do novo coronavírus (2019-nCoV), realizado pelo Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que atua como Centro de Referência Nacional em Vírus Respiratórios para o Ministério da Saúde

Foto: Josué DAmacena/IOC/Fiocruz/Divulgação

O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira, 13 de abril, que 105 pessoas morreram por Covid-19 nas últimas 24 horas, no Brasil. Conforme relatório, sobe para 1.328 o número de óbitos confirmadas por coronavírus contra 1.223 divulgados no domingo, o que representa um crescimento de 9%. Já o número de casos diagnosticados somou 23.430. O número representa um crescimento de 6% em relação ao boletim anterior, quando o balanço do ministério apontou 22.169. A taxa de letalidade do país ficou em 5.7%.

São Paulo concentra o maior número de falecimentos (608), com mais da metade do total contabilizado na atualização. O estado é seguido por Rio de Janeiro (188), Pernambuco (102), Ceará (91) e Amazonas (71).

Além disso, foram registradas mortes no Paraná (31), Maranhão (27), Santa Catarina (24), Minas Gerais (23), Bahia (22), Rio Grande do Norte (17), Rio Grande do Sul (16), Distrito Federal (15), Pará (15), Espírito Santo (14), Goiás (15), Paraíba (13), Piauí (8), Amapá (5), Sergipe (4), Mato Grosso do Sul (4), Mato Grosso (4), Alagoas (3), Acre (3), e Roraima (3) Rondônia (2). Tocantins é o único estado onde ainda não houve morte.

J

 

Comentários

Siga-nos