SAÚDE

Anestésicos de clínicas e hospitais veterinários serão usados em kit entubação

Ação emergencial requisita medicamentos liberados pela Anvisa para uso veterinário e humano para atendimento a pacientes graves com Covid-19
Da Redação / Publicado em 9 de julho de 2020
A parceria foi acertada em uma live da secretaria Arita Bergmann com a presidente do CRMV, Lisandra Dornelles

Foto: Neusa Jerusalém/Ascom SES

A parceria foi acertada em uma live da secretaria Arita Bergmann com a presidente do CRMV, Lisandra Dornelles

Foto: Neusa Jerusalém/Ascom SES

Uma saída emergencial para a crise de desabastecimento de anestésicos, sedativos, bloqueadores musculares e outros medicamentos para atendimento de urgência a pacientes graves de Covid-19 nos hospitais municipais levou o governo do estado a firmar uma parceria entre a Secretaria da Saúde, o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/RS) e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems). A inciativa prevê que medicamentos em estoques de clínicas e hospitais veterinários que não fizerem falta imediatamente para o atendimento de animais sejam repassados para hospitais que estão em falta do kit entubação. São medicamentos que têm prescrição humana e animal liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Alguns fármacos que podem ser cedidos para utilização em humanos são propofol, midazolam, diazepam, fentanilas, lidocaína e todos opioides, como metadona e morfina. A secretária da Saúde, Arita Bergmann, considera esta iniciativa “uma demonstração de solidariedade”.

O conselho está realizando um inventário dos estoques presentes nas instituições veterinárias e abrindo um canal digital de acesso nas suas redes para adesão e disponibilização dos itens, a fim de serem repassados aos hospitais. Os serviços de saúde veterinários poderão fazer o cadastro no site do CRMV/RS, que será lançado nesta sexta-feira,10, para participar do projeto.

O repasse dos medicamentos será feito mediante contrato de cedência de uso e reposição dos itens. Esta medida já foi implementada com o município de Canoas e Novo Hamburgo. A presidente do CRMV, Lisandra Dornelles, diz que a proposta agora é ampliar o projeto para todo o Estado. “Já recebemos também doações de respiradores, além de medicamentos como morfina e diazepan”, afirma.

Para ampliar o entendimento do tema, Lisandra indica a live “Como médicos veterinários podem auxiliar na crise de medicamentos e equipamentos de combate à Covid-19”, que será transmitida na sexta-feira, às 20h30, na página do conselho no Facebook.

A SES informou outras medidas práticas com relação ao desabastecimento de kits intubação, como o levantamento da demanda por parte dos hospitais que integram o Plano de Contingência Hospitalar. Também buscou o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde para a solução do problema. Ainda existe a possibilidade de uma compra emergencial por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), para abastecer os estados.

Comentários