Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 112 | Ano 12 | Abr 2007
ENSINO PRIVADO
UNICRUZ

A Universidade de Cruz Alta (Unicruz) ainda não regularizou a situação salarial de boa parte dos seus professores, que têm parcelas a receber dos anos de 2005 e 2006. Os docentes realizaram reunião no dia 16 de março e decidiram por uma assembléia prevista para 19 de abril, quando serão avaliadas soluções como a liberação de recursos da conta especial aberta pela Justiça. A Conta 10 retém parte das receitas da Universidade desde a intervenção judicial e afastamento do reitor em 2005 por suspeita de cor-rupção. Desde então, já mergulhada na maior crise da sua história, a instituição deixou de cumprir diversos acordos e chegou a atrasar sistematicamente a folha de pagamento. Um levantamento dos salários em aberto de anos anteriores será apresentado pelo Sinpro/RS durante a assembléia para avaliação e proposta de novo acordo com a Reitoria, além de votar a proposta do Plano de Carreira Docente, que deverá ser implantado até o início de maio. Outro assunto a ser deliberado é a reforma estatutária. O Sinpro/RS levou ao Ministério Público uma solicitação para que a Procuradoria faça cumprir integralmente o calendário pactuado no ano passado para a conclusão da reforma dos estatutos da Fundação e da Universidade.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS