Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 130 | Ano 13 | Dez 2008
ENSINO PRIVADO
NEGOCIAÇÕES COLETIVAS 2009

No próximo dia 13 de dezembro, o Sinpro/RS realiza Assembléia Geral dos professores do ensino privado que atuam nos estabelecimentos que compõem a base do Sinepe/RS (Educação Básica e Superior). O principal tema será a aprovação da pauta de reivindicações para as Negociações Coletivas 2009. O evento será realizado na Sede Estadual do Sinpro/RS (João Pessoa, 919, em Porto Alegre), às 14 horas. A data-base dos professores da rede privada é 1º de março. Depois da entrega da pauta de reivindicações ao Sindicato patronal, o Sinpro/RS e as demais entidades envolvidas nas tratativas definirão o calendário de negociações, com previsão de início para março de 2009.

O Sinpro/RS, a exemplo do modelo adotado em 2008, apresentará pautas de reivindicações específicas da Educação Básica e Educação Superior. “O objetivo desta sistemática é contemplar de forma mais qualificada as reivindicações e as negociações destes dois segmentos da categoria, considerando, inclusive, as diferentes dinâmicas que pautam esses dois níveis de ensino”, explica Marcos Fuhr, diretor do Sindicato.

DESTAQUES – O Sinpro/RS realizou nos últimos meses uma série de atividades preparatórias à s negociações coletivas 2009 para destacar itens que integrarão a proposta de pauta a ser discutida na Assembléia Geral. A seguir alguns dos temas: reajuste dos salários; contratualidade no desenvolvimento das atividades extracurriculares; limitação do número de alunos por turma; hora-atividade; recesso escolar e a indisponibilidade dos professores nesse período; contratualidade dos professores-tutores na EAD e demais reivindicações específicas dos profissionais que atuam nesta oferta de ensino e insalubridade.

ORÇAMENTO – Na Assembléia também será submetida à aprovação dos professores a previsão orçamentária do Sinpro/RS para 2009, assim como as receitas para sua execução. Também será definido o percentual de desconto da Contribuição Assistencial a ser descontado de todos os professores no próximo ano.

INFLAÇÃO – Conforme projeções do Dieese, a inflação acumulada medida pelo INPC para março de 2009 poderá chegar a 7%. O INPC é o índice que tem servido de referência nas negociações dos últimos anos.

TURNO INTEGRAL – Reunidos no Sinpro/RS, no dia 22 de novembro, professores que atuam em escolas com turno integral e atividades extracurriculares debateram suas condições de trabalho e contratualidade. Diante do fato de as escolas não contratarem os profissionais como professores e, por vezes, aceitarem estagiárias para essa atividade, ficou definida a inclusão do assunto para a negociação coletiva 2009. “Cada vez mais as famílias preferem que os filhos permaneçam na escola no turno inverso ao das aulas, apostando que desenvolverão atividades educativas. Nada mais justo que esses professores sejam reconhecidos como tal e que tenham regularizada a sua vida funcional”, explica Cecília Farias, diretora do Sinpro/RS. Os professores presentes também assistiram à palestra da pedagoga e orientadora educacional Neiva Paim, que abordou O trabalho pedagógico do turno integral e as atividades extracurriculares na formação das crianças.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS