Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 158 | Ano 17 | Out 2011
ENSINO PRIVADO
SESI/SENAI

Docentes deliberaram sobre Acordo Coletivo referente ao registro de ponto

Foto: Marcelo Amaral

Docentes deliberaram sobre Acordo Coletivo referente ao registro de ponto

Foto: Marcelo Amaral

Os professores do Sesi e Senai aprovaram, em assembleia realizada pelo Sinpro/RS em 11 cidades do estado, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre o sistema alternativo ao ponto eletrônico. A instituição vai permanecer utilizando software de controle próprio em que a marcação dos horários é feita pelos professores. O acordo vigora até outubro do próximo ano. “As assembleias foram extremamente positivas, pois reunimos os professores presencialmente em várias unidades, discutindo não somente o ponto eletrônico, mas dando informações sobre os seus direitos”, destaca Cássio Bessa, diretor do Sinpro/RS. O acordo atende exigência do Ministério do Trabalho e Emprego, que estabelece que empresas com mais de dez funcionários utilizem o Registrador Eletrônico de Ponto (REP) para impressão de comprovante dos registros de entrada e saída ao trabalhador. A categoria promove nova assembleia em dezembro para elaborar a pauta de reivindicações para a Convenção Coletiva de 2012.

Sinpro/RS critica ampliação de dias letivos 

O Sinpro/RS manifestou sua posição contrária à proposta de aumento dos dias letivos, de 200 para 220, feita pelo Ministério da Educação (MEC), em setembro. Em ofício enviado ao ministro Fernando Haddad, o Sindicato avalia que a qualidade da educação não é garantida com mais dias de aula, mas com um real investimento nos profissionais da educação, recursos didáticos e espaços de aprendizagem. “Alertamos também que a ampliação resultará na redução do tempo de planejamento e avaliação que os professores dispõem, restringindo ainda mais o acesso dos docentes aos bens culturais, lazer e a necessária recomposição das energias para a tarefa cada vez mais desafiante da docência”, destaca Cecília Farias, diretora do Sinpro/RS.

CALENDÁRIO ESCOLAR – O Sinpro/RS encaminhou correspondência às escolas com uma proposta de calendário escolar para 2012, resguardando 15 dias de efetivo descanso em julho, além da unificação dos feriados e das férias. O objetivo é proporcionar aos docentes que atuam em mais de um estabelecimento de ensino usufruir integralmente seus períodos de descanso. A proposição do calendário aos estabelecimentos de ensino privado tem sido uma política do Sinpro/RS há vários anos.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS