Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 190 | Ano 19 | Dez 2014
ENSINO PRIVADO
PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA

Processo de decisão coletiva dos professores sobre as receitas do Sindicato foi implantada há mais de 20 anos

Os professores do ensino privado definirão em assembleia geral, no dia 13 de dezembro, a previsão orçamentária do Sinpro/RS para 2015. O encontro será às 14h, na Sede estadual do Sindicato em Porto Alegre (Avenida João Pessoa, 919). Na assembleia também haverá a eleição complementar para a direção colegiada do Sindicato, em função de falecimento e de afastamento de diretores por motivos profissionais, encaminhamentos para a Campanha salarial 2015 e assuntos gerais.

Professores deliberam políticas do Sinpro/RS em assembleia

Foto: Igor Sperotto

Professores deliberam políticas do Sinpro/RS em assembleia

Foto: Igor Sperotto

A política de decisão coletiva da categoria sobre as receitas do Sindicato foi implantada há mais de 20 anos. “Esse processo é marca registrada do Sinpro/RS”, destaca Amarildo Cenci, diretor do Sindicato. A sustentação financeira do Sinpro/RS tem suporte em três fontes de recursos: mensalidades dos associados, contribuição sindical (lei federal) e contribuição assistencial.

Aproximadamente 90% dos recursos financeiros do Sinpro/RS dependem da definição da categoria. “As mensalidades representam 50% da receita, resultado do esforço e do planejamento da direção do Sindicato para somar anualmente novos associados”, expõe Amarildo Ceci. Atualmente, são 19.434 professores associados, de um total de 33.711 empregados em 2.516 instituições de ensino em todo estado.

RESTITUIÇÃO – Os professores também avaliarão na Assembleia proposta da direção colegiada de ratificar a restituição, em 2015, da contribuição sindical aos associados, assim como definir o percentual e o período de desconto da contribuição assistencial, que também será submetida às assembleias da campanha salarial. A direção do Sindicato está propondo para 2015 uma redução no percentual da contribuição assistencial. “A ampliação do número de associados e a redução da assistencial estão conjugadas com a restituição da contribuição sindical aos associados”, explica Cenci. “Nos últimos dois anos, os associados receberam 15% a mais do valor repassado pela Caixa Econômica Federal (CEF) ao Sinpro/RS. A contribuição sindical representa em torno de 7% da receita do Sindicato.

ELEIÇÃO COMPLEMENTAR – A Assembleia terá caráter eleitoral para o preenchimento de seis cargos diretivos em cinco direções regionais do Sindicato: Bagé, Erechim, Passo Fundo, Santo Ângelo e São Leopoldo. O estatuto social do Sindicato permite o preenchimento dessas vagas de diversas formas, tendo a direção colegiada optado pela eleição em assembleia geral ordinária especialmente convocada para este fim. Os candidatos precisam preencher as condições de elegibilidade: exercício da atividade docente no ensino privado há pelo menos um ano; estarem associados à entidade há mais de três meses; estarem em dia com as mensalidades sindicais e com o pagamento de eventuais serviços contratados junto ao Sindicato. O mandato dos novos dirigentes eleitos terá a duração do período restante dessa gestão, final de 2016.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS