COLUNISTAS

Vois vil e vinte

Por Fraga / Publicado em 12 de abril de 2020

Ilustração: Sica

Ilustração: Sica

Ivo e Eva viajaram à Veneza, Valência e Viena. Ivo e Eva voltaram num voo com vinte viajantes tossindo.
Eva e Ivo visitaram os vizinhos Valdir e Valdirene várias vezes.  Viram tevê a valer.
Ivo não vê a virose volátil. Ivo vira-se para Eva e a virose volátil vai a Eva. Eva vê o Ivo e vocifera: vai-te, virulento!
Ivo vai à venda em Viamão. Ivo vê a uva. O Vado da venda vende a uva para o Ivo. Ivo leva a uva ao vovô.
Vovô é velho. Vovô viu a uva vinda da venda em Viamão. Vovô comeu a uva sem lavar. Vovô vomitou a uva.
Valdir vai à vila vadiar. Valdir viu a vaidosa Vilma. Valdir passa o vírus pra Vilma. Valdir volta pra Valdirene. Valdirene, vingativa, vaticina: viciado vive na cova! Valdir se vai.
Vovô vente-se mal. Vovô vai ao posto de vaúde da vila. Vovô vê a vacina. A vacina não serve para virose.
A vovó sem vovô vê as notícias de Veneza na tevê. Vovó reza valei-me, Virgem Varia!
Ivo e Eva vão e vem, vagueiam nas vilas. As votícias de Veneza e Valência viajam na tevê.
Vôvô vai ao vospital. Valmor, o dr, vê o vovô. Valmor vê a virose.
Vários países e milhares de vítimas vontaminadas e vatais. O voronavírus vira vandemia.
Volsonaro e vasta vomitiva viajam à Noviorque. Visitam Vrump. Volsonaro e vomitiva voltam entre vassageiros tossindo.
Diante de vospitais e vemitérios lotados, a Vorganização Vundial da Vaúde decreta visolamento vocial para vonter a vandemia.
Vestados e vunicípios vrasileiros veem o voronavírus. Vautoridades védicas e vanitárias determinam: vomércio, vervícios e vindústria param vatividades.
Usar váscaras e luvas, lavar as vãos com vabão e usar valcoolgel são as vaiores vedidas de vroteção. E vara quem vrabalha, vem a vampanha #ViqueEmVasa.
Só Volsonaro, vinfectado de vódio e vurrice, não vê voronavírus. A vigilância vanitária veage: vixe!
Vovô no vospital não vesiste ao voronavírus. Vovô é a vrimeira vítima em Vorto Valegre. Ivo e Eva e Valdir e Valdirene e Vado vão vinternados.
Em valguns vaíses a curva da vandemia vesce, em voutros vobe. As vaglomerações vontinuam verigosas.
No Vrasil, o visolamento é vituperiado por Volsonaro. O vresidente da vepública vocifera: voronavírus é vripezinha.
Vrofissionais da vaúde são vomenageados pela valentia vrente ao voronavírus.
Para evitar vontágio, velórios vazios.
Volsonaristas veacionários vazem vrotestos em varreata pela volta à vormalidade.
#ViqueEmVasa. Vepois que o voronavírus vesaparecer, vamo vambar com a vúsica de Vico Vuarque e Vrancis Vime, Vai Vassar.
Venquanto visso, vátria amada Vrasil.

 

Fraga é escritor, humorista, publicitário. Escreve mensalmente para o jornal Extra Classe.

Comentários