Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 131 | Ano 14 | Mar 2009
CULTURA
MÚSICA

Por César Fraga

Vila Brasil é o álbum solo do músico e compositor Richard Serraria, artista portoalegrense que fez história na última década à frente do grupo Bataclan FC. Porém, ele prefere designar o termo disco como “conteúdo cultural”, o que demonstra, já de cara, a intenção de não se enquadrar na categoria de música para mero entretenimento. A prova disso é que o lançamento oficial do trabalho foi realizado no final de 2008 em comunidades da periferia de Porto Alegre que atuam com inclusão cultural: Quilombo do Sopapo no Bairro Cristal; União da Tinga, em atividade ligada ao Feres (Fórum de Educação da Região Extremo Sul), com Roda de Griots; Ponto de Cultura Odomodê AfroSul e na Biblioteca Social Mundial, Ponto de Cultura, no bairro Santana. Outro detalhe: o formato escolhido foi o SMD, mídia similar ao CD, com tecnologia nacional desenvolvida pelo músico e inventor Ralf, da dupla Cristian e Ralf, que funciona em qualquer aparelho e é vendido ao preço máximo de R$ 5,00. Mais barato que pirataria e tão em conta quanto um download. Tanto que a primeira prensagem de mil cópias esgotou em menos de 30 dias, e já inicia o mês de março na terceira reprensagem, o que desde já indica um marca excelente para um trabalho independente. Vila Brasil teve apoio do Fumproarte/Prefeitura de Porto Alegre, e todos shows tiveram entrada franca. A produção foi de Marcelo Corsetti; arranjos e direção artística de Ângelo Primon.

Em 2009, o músico esteve divulgando o seu “conteúdo cultural” Vila Brasilem São Paulo (SP), em janeiro, e no Rio de Janeiro, em fevereiro, com shows em ambas as capitais. Em março estará em Brasília e retorna ao Rio para novas apresentações. Em visita à redação do Extra Classe, Richard adiantou que já prepara um novo disco de inéditas, chamado de Pampa Esquema Novo. “A idéia é avançar na proposta de misturar MPB com MPP, Brasil e Pampa cruzando as propostas de mestiçagem poético-musical”, afirma.

Serraria conciliou até final de 2008, paralelamente à música, a atividade de professor universitário na Feevale. Agora, fora da academia, alterna a agenda de espetáculos com a realização de aulas-show com uma banda de apoio cujo tema é a utilização da canção em sala de aula.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS