SAÚDE

Os transplantes e o SUS em pauta

Em encontro virtual, nesta terça-feira, 15, às 19h, médicos e pesquisadores da área da saúde debatem sobre o acesso da população brasileira aos transplantes e o seu financiamento
Poe Edimar Blazina / Publicado em 15 de dezembro de 2020

O projeto Cultura Doadora, da Fundação Ecarta, promove nesta terça-feira, 15 de dezembro, às 19h, o painel Os Transplantes e o SUS – Sistema Único de Saúde. O encontro virtual contará com a participação de médicos e especialistas da área da saúde e terá transmissão ao vivo pelo canal da Ecarta no YouTube.

Pesquisadora na área da saúde coletiva, políticas públicas e planejamento, Lígia Bahia abrirá o painel, seguida pela médica Daniela Salomão, coordenadora Nacional de Transplantes, o médico José Huygens Parente, presidente da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos e o médico Valter Duro Garcia, diretor da Unidade de Transplante Renal da Santa Casa de Porto Alegre.

Foto: divulgação

Debate acontece nesta terça-feira, 15 de dezembro

Foto: divulgação

Para se ter ideia, até setembro de 2020 foram realizados mais 5,3 mil transplantes de órgãos sólidos somente pelo SUS. O número cresce para 12.310, quando incluídos os de córneas e medula. Mesmo assim, hoje a lista de espera, represada também pela pandemia, registra 42.023 pacientes ativos e 1.120 pacientes pediátricos. Trata-se do maior sistema público de transplantes do mundo, responsável por 96% das cirurgias do país.

Acesse e assista ao painel ao vivo, às 19h

Cultura Doadora

O projeto da Fundação Ecarta, mantida pelo Sindicato dos Professores do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS), trabalha com a disseminação de informações sobre o universo da doação de órgãos e tecidos e os transplantes.

Em seus oito anos de atividade, o projeto chegou a mais de 30 mil pessoas com ações presenciais e virtuais. Em 2017, em ação do Vale do Caí, região próxima a capital gaúcha, o projeto reduziu o percentual de 100% de negativa familiar para a doação de órgãos para 38%, em menos de um ano. O trabalho foi realizado em parceria com o Hospital Montenegro 100% SUS, que também estruturou a Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos – a CIHDOTT.

O Brasil precisa do SUS

O painel ocorre no mesmo dia em que está sendo lançada a campanha O Brasil precisa do SUS, assinada por centenas de entidades ligadas à Frente Pela Vida, entre as quais o Conselho Nacional de Saúde, a Central Única dos Trabalhadores e a Fundação Oswaldo Cruz. O objetivo da campanha é mobilizar a sociedade brasileira para a importância da defesa do SUS e dos riscos que a saúde pública universalizada e gratuita está correndo.

Comentários