SEM CATEGORIA

Presos e pessoas em situação de rua serão vacinados em São Leopoldo

Município utiliza excedentes de vacinas dos grupos prioritários para imunizar professores, servidores da educação infantil e outros vulneráveis contra a covid-19
Da Redação / Publicado em 13 de maio de 2021
Após completar a imunização dos grupos prioritários, município completa vacinação de professores e servidores da educação infantil no próximo sábado

Foto: Secom/ PMSL

Após completar a imunização dos grupos prioritários, município completa vacinação de professores e servidores da educação infantil no próximo sábado

Foto: Secom/ PMSL

Depois de vacinar os professores da educação infantil no município e ampliar nesta quinta-feira, 13, a faixa de imunização com a primeira dose contra a covid-19 para pessoas a partir de 30 anos de idade com comorbidades, a prefeitura de São Leopoldo vai utilizar o excedente de 6 mil doses para iniciar a vacinação de internos do presídio municipal e pessoas em situação de rua no próximo sábado.

A imunização das faixas prioritárias segue para nascidos até 1961 e para pessoas com deficiência permanente a partir de 30 anos, além de pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos e nascidos nos últimos 45 dias. O excedente vem sendo utilizado na vacinação dos professores da educação infantil pública, conveniada e privada, desde a semana passada.

Diretrizes do PNI

O prefeito Ary Vanazzi (PT) anunciou em uma live pela manhã com os secretários da Saúde, Marcel Frisson, e da Educação, Ricardo Luz, que o plano de vacinação do município segue as diretrizes do Ministério da Saúde e do governo do estado e que por isso não sofreu questionamentos na justiça a exemplo de outros municípios.

“Estamos seguindo todas as diretrizes do Plano Nacional de Imunização para descentralizar a cobertura vacinal da população. Temos mais de 6 mil doses excedentes dos grupos prioritários e não vamos deixar vacinas paradas na geladeira”, ressaltou.

As aulas presenciais estão suspensas nas escolas municipais de educação infantil. As instituições privadas e conveniadas retomaram as atividades presenciais. Cerca de 1,5 mil professores desse nível de ensino foram imunizados com a primeira dose.

No sábado, será ministrada a segunda dose somente para os docentes que fizeram a primeira vacina da Coronavac no dia 1º de abril. Até agora, 47.465 pessoas, incluindo portadores de 18 comorbidades, já receberam a primeira imunização e 66.254 a segunda dose no município.

Comentários