Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
26/04/2018
ENSINO PRIVADO

Mobilização foi aprovada em Assembleia, no final da tarde de quarta-feira, 25, em função do não pagamento dos salários de março
Por Valéria Ochôa

Foto: Ascom Sinpro/RS

Maioria absoluta aprovou mobilização. Nova Assembleia está marcada para o dia 2 de maio.

Foto: Ascom Sinpro/RS

Desde março sem receber salário, os professores do Centro Universitário Metodista (IPA), de Porto Alegre, deram início a paralisação das atividades docentes a partir desta quarta-feira, 25.  A decisão foi aprovada em Assembleia realizada no final da tarde, na sede estadual do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS).

“A categoria está insegura em relação aos próximos vencimentos”, observa Margot Andras, diretora do Sinpro/RS e professora do IPA. “Não se sabe nem sobre as perspectivas da instituição para o próximo período”.

Na Carta Aberta à Comunidade Acadêmica do IPA, aprovada na Assembleia, para esclarecer sobre os motivos da paralisação, os professores explicam que desde o ano passado enfrentam atrasos sistemáticos de salário seguidos pelo descumprimento reiterado das promessas públicas de regularização salarial. Também alegam ausência de diálogo da instituição com o corpo docente acerca da situação financeira do IPA e de informações a respeito de políticas adotadas para o enfrentamento da crise.

Foto: divulgação

Estudantes se mobilizam em apoio aos professores

Foto: divulgação

O professor Marcos Júlio Fuhr, diretor do Sinpro/RS, explica que a decisão tomada pela ampla maioria dos docentes expressa o descontentamento não só com o atraso de salário mas com o padrão de gestão que vem sendo implementado pela Rede Metodista. Segundo ele, a direção do Sindicato vai se reunir nesta quinta-feira, 26, às 11h, com representantes da gestão da Rede Metodista de Educação.

Durante o dia e à noite, estudantes do Centro Universitário Metodista realizaram manifestação na instituição em apoio aos professores e por mais qualidade de ensino.

NOVA ASSEMBLEIA – Os professores já marcaram a próxima Assembleia para a quarta-feira, 2 de maio, quando avaliarão e definirão os rumos da mobilização.

 

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS